Soranz dá como certo cancelamento do Réveillon no Rio; comitês ainda se reunirão

Reunião entre os comitês científicos estadual e municipal para definir com exatidão a situação está prevista para acontecer na quarta (08/12)

Perfil Secretário Saúde do RioDaniel Soranz | Foto: Rafa Pereira - Diário do Rio

Na próxima quarta-feira (08/12), está prevista para acontecer no Rio de Janeiro uma reunião entre os comitês científicos estadual e municipal para definir com exatidão a questão da realização do Réveillon carioca – que, vale lembrar, já foi anunciado pelo prefeito Eduardo Paes como cancelado.

Braço direito de Paes no combate à Covid-19 na capital fluminense, o secretário de Saúde Daniel Soranz, embora diga achar difícil uma reviravolta na situação, destaca a atual situação pandêmica no município.

”Acho que a decisão [cancelamento da festa] já está tomada, mas é importante olhar o panorama epidemiológico da cidade. Hoje, o Rio tem redução de internações, casos e mortes por Covid há 14 semanas. Na última semana, tivemos 3 dias sem nenhum óbito por Coronavírus. E o número de pessoas com casos graves é cada vez mais raros”, afirmou, em entrevista ao programa ”Conexão GloboNews” nesta segunda (06/12).

Soranz, no entanto, afirma que o fato de haver opiniões divergentes deve ser levado em consideração. Segundo ele, isso é condição preponderante para que o ”não” prevaleça sobre o ”sim” nesse caso.

”Mesmo a gente tendo uma altíssima cobertura vacinal e um cenário epidemiológico muito favorável, é preciso levar em consideração os apontamentos do comitê do Governo do Estado e por outros órgãos do governo”, disse.

2 COMENTÁRIOS

  1. Então, ví uma mídia que particularmente, acredito nunca gostou do Rio de Janeiro criticando o recuo do prefeito Eduardo Paes. Concordo com a presidente da Riotur, os estádios estão podendo, o mineirão aglomerou centenas de torcedores, e o Rio é o problema. Deve pensar nos empregos das pessoas, das MEIs, datas em que conseguem arrecadar algum dinheiro, porque do que sabemos auxílios não dão conta de quitar tantas dívidas, aluguel, etc.
    Cuidar da saúde sim, mas do bolso também.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui