Foto: Estefan Radovicz/Agencia O Dia

O secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz disse que pretende que 100% dos cariocas estejam vacinados até o mês de novembro. O secretário também respondeu sobre a possibilidade da realização da festa de Réveillon e dos ensaios técnicos das escolas de samba no ano que vem, na Marquês de Sapucaí.

Em entrevista ao site Carnavalesco, Soranz disse que o momento ainda pede o uso de máscara e testagem nos eventos-teste autorizados pela Prefeitura do Rio.

Não estamos sem Covid-19. Temos a menor taxa de ocupação e transmissão desde abril de 2020, mas essa retomada tem que ser gradual e seguindo regra de distanciamento. Vamos liberando gradativamente com os protocolos e testagem. Para ter evento-teste é solicitar e fazer a testagem das pessoas. Sem testagem, ainda não é possível, precisamos evoluir mais com a vacinação”, afirmou o secretário.

Soranz também afirmou que será possível acontecer os ensaios técnicos das escolas de samba do Grupo Especial a partir do mês de janeiro de 2022. No entanto, voltou a afirmar que depende da chegada de doses da vacina contra Covid-19 e também da adesão dos cariocas à vacinação.

De acordo com 38ª edição do Boletim Epidemiológico todas as 33 regiões administrativas (RAs) do município estão no estágio de atenção de risco moderado no indicador que considera as internações e óbitos. Os casos notificados por covid-19 e os atendimentos na rede de urgência e emergência por síndrome gripal e síndrome respiratória aguda grave na capital também mantêm a tendência de queda sustentada.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui