Foto: divulgação

A Start-up mexicana de hospedagem Casai, está chegando ao Rio. A estreia na cidade acontece cerca de dois meses após o início da operação no Brasil via São Paulo. A empresa é conhecida por apostar em um meio termo entre o conforto caseiro de um Airbnb e a padronização da indústria hoteleira.

Para isso, a Start-up tem o objetivo de investir R$ 100 milhões no Brasil nos próximos dois anos. Os fundadores da Casai são Nico Barawid, filipino educado em Yale com experiência no mercado financeiro, e Maricarmen Herrerías, mexicana formada nas fileiras da indústria hoteleira. A empresa nasceu na Cidade do México, em 2019.

A Casai pretende alugar imóveis residenciais para viajantes em bairros de grandes destinos turísticos. O diferencial da hospedagem da empresa é juntar uma certa padronização à oferta, por meio de uma decoração “harmonizada” ou por atributos tecnológicos presentes em todos os apartamentos tais como: smart TVs, chromecast, google home, fechadura inteligente sem chave etc.

No Rio, a start-up já possui apartamentos nos bairros de Ipanema e Copacabana, no formato não exclusivos, que não estão listados em outros serviços de hospedagem. No entanto, de acordo Luiz Eduardo Mazetto, diretor-geral da Casai no Brasil, a empresa tem a pretensão de até o final do ano com pelos menos 50 unidades na cidade,

“O Rio é a principal cidade turística do país, o que faz dele uma cidade extremamente estratégica para nossos planos no Brasil”, explica Mazetto.

O diretor-geral da Casai no Brasil também afirma, que a empresa está avaliando ampliar o projeto para outras cidades e expandir a operação brasileira.

 

 

 

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui