Foto: Vinicius Loures

O Supremo Tribunal Federal decidiu mantendo a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL/RJ) por unanimidade, sustentando assim a decisão de ministro Alexandre de Moraes, que tinha ordenado na noite de terça-feira a prisão do deputado por flagrante.

Para Alexandre de Moraes, a Constituição do Brasil não permite a disseminação de ideias contrárias ao Estado Democrático de Direito, Silveira teria defendido o AI5 e a ditadura no seu infame vídeo. E que ele comete “crimes contra a honra do Poder Judiciário e dos ministros do Supremo Tribunal Federal”, são previstas como crimes na Lei de Segurança Nacional.

Deputados Bolsonaristas saíram em defesa de Silveira desde ontem. Agora cabe a Câmara dos Deputados referendar ou não a prisão, para isso é preciso de maioria simples.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui