Wilson Witzel, governador do RJ, alvo de investigações na Justiça - Foto: Reprodução/Internet

Foi rejeitado, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), o pedido de compartilhamento das provas com a comissão de deputados que analisa o pedido de impeachment do governador do Rio, Wilson Witzel (PSC).

Em decisão assinada pelo ministro Benedito Gonçalves, o STF afirmou que “considera prematuro o compartilhamento de elementos de informação ou de prova num momento em que os elementos colhidos ainda estão sob análise da Polícia Federal e há diligências pendentes, bem como se configura prudente estabelecer que as informações contidas no inquérito”.

Na sessão realizada na última quarta-feira (24), os deputados decidiram esperar a íntegra dos inquéritos das Operações Favorito e Placebo que apuram irregularidades na Saúde do Rio de Janeiro

O Ministério Público Federal também já havia se manifestado de forma contrária ao pedido feito pela comissão.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui