Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio

Uma operação conjunta da Subprefeitura de Jacarepaguá com as Secretarias municipais de Assistência Social, Saúde, Conservação, Comlurb, Guarda Municipal e apoio da Polícia Militar, realiza nesta quarta-feira (24/02), ação de limpeza nos canteiros do acesso à Avenida Ayrton Senna às margens do Canal Arroio Fundo, nas proximidades do SESC/SENAC.

O local com densa vegetação escondia uma concentração de moradores de rua, a maioria usuários de álcool e drogas. A área fica no limite dos bairros da Cidade de Deus, Freguesia e Gardênia Azul, em Jacarepaguá.

A subprefeita de Jacarepaguá Talita Galhardo destaca que operações como esta tiveram início logo nos primeiros dias de gestão e que serão rotina.

Precisamos dar dignidade a essas pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social e não podemos admitir invasões de área públicas. Estamos atentos e faremos outras ações, assim como foi feito sob o viaduto da Linha Amarela, no final da Avenida Edgard Werneck – explica a mesma.

Foram desmontados 32 barracos de papelão e madeira, com condições muito precárias. A equipe da Assistência Social conversou com mais de 15 pessoas, entre homens, mulheres e adolescentes. Nenhum deles aceitou ir para abrigo da Prefeitura. Todos receberam encaminhamento para procurar uma unidade de atendimento da Secretaria Municipal de Assistência Social. Muitos saíram assim que viram a aproximação dos veículos envolvidos na operação.

A ação também contou com uma equipe da Coordenadoria de Saúde da AP4 e foi constatado que todos já tinham sido abordados anteriormente. Dois deles foram encaminhados para atendimento médico no posto de Saúde da Cidade de Deus. A CAPS-AD (equipe que trata de Álcool e Drogas da Secretaria de Saúde) atua na região onde aconteceu a ação, tendo contado aproximadamente 80 pessoas. Todos os abordados na operação desta quarta-feira já tinham cadastro na Saúde, inclusive uma grávida, que afirmou estar fazendo pré-natal e não quis acompanhar a equipe da Saúde até o posto.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

A ação contou com um efetivo de 43 agentes e foram utilizados: uma retroescavadeira, seis caminhões (um caminhão cesto, um truncado e quatro basculantes), duas vans e três veículos. Foram feitos 250 metros de poda nas margens da via, para melhorar a visibilidade. Também foram posicionados 80 metros lineares de defensas de concreto com intuito de coibir o despejo irregular de entulho nas margens da via do Sesc. Ao todo foram retiradas 60 toneladas entre resíduos sólidos e galhos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui