Supervia revela que os furtos de cabos de energia quase triplicaram em um ano

Em 2022, já foram mais de 900 furtos, um média de 56.949 metros; a situação acarreta em constantes atrasos, superlotação e prejuízo aos passageiros

Trens da SuperVia - Foto: Reprodução/Internet

A SuperVia afirma que o numero de furtos de cabos nos trens quase triplicou esse ano em comparação com o mesmo período de 2021. A empresa registrou mais de 900 furtos e mais de 56 quilômetros de cabos foram levados.

A situação acarreta em constantes atrasos, superlotação e passageiros com problemas para chegar no horário em seus compromissos diariamente.

A concessionária diz que houve um aumento de 60% das ocorrências e de 75% na quantidade de cabos furtados, de janeiro a 26 de junho deste ano, se comparado com o primeiro semestre do ano passado.

20212022
Furtos:364Furtos: 919
Cabos furtados: 14 mil metrosCabos furtados: 56.949 metros
Tiroteio: 14Tiroteiro: 7
Dados SuperVia

Esses acontecimentos obrigam a SuperVia a adotar medidas emergenciais para garantir a segurança operacional do sistema e do serviço, protegendo seus clientes e colaboradores. São interrupções temporárias na circulação dos trens, aumento no intervalo das viagens, aumento do espaçamento entre os trens que amplia o tempo de percurso em razão da sinalização prejudicada.

A empresa revela que os furtos são praticamente diários, principalmente nos ramais Santa Cruz, Japeri e Saracuruna. Os furtos acontecem em diversos pontos ao longo de todos os ramais, tanto à noite quanto durante o dia.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui