Pelo jeito que as coisas vão indo, teremos um novo Roberto Marinho no Rio de Janeiro. Já é dono do JB, da futura rede JB, terá a Editora Três, por sua vez a Isto É. Qual será o próximo passo de Tanure?

Do Meio & Mensagem.

Empresário concedeu empréstimo a Domingo Alzugaray para pagamento dos salários atrasados dos funcionários

Em um lance surpreendente, o empresário Nelson Tanure, dono da Companhia Brasileira de Multimídia (CBM), conseguiu reverter o jogo que dava como certa a venda da Editora Três para Daniel Dantas. Um empréstimo utilizado para pagar nesta terça-feira, 6, os salários atrasados dos funcionários (de 5 e 20 de fevereiro) garantiu a volta
e Tanure à disputa pela Três.

A partir desse empréstimo será feita uma due diligence na Editora para verificar a situação dos passivos fiscais, trabalhistas e com fornecedores da empresa. Tal auditora pode durar até 60 dias. Caso Tanure não opte pela compra após esse levantamento minucioso da situação financeira da Três, o valor do empréstimo será convertido em crédito publicitário.

Com o pagamento dos salários atrasados, os jornalistas que estavam em estado de greve há uma semana, voltaram ao trabalho garantindo a circulação das revistas nesta semana. A expectativa é de que os salários que venceram nesta segunda, 5, sejam pagos até esta quarta-feira, 7.

Fontes de Meio & Mensagem informam que a oferta de Nelson Tanure é de compra de 49% da Editora Três, enquanto que a proposta de Daniel Dantas é de aquisição de 51% da empresa, hoje nas mãos de Alzugaray.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui