Tarifa dos trens da Supervia será de R$ 5 até o fim do ano

Agetransp determinou o pagamento para a concessionária de R$ 250 milhões por ‘reequilíbrio econômico’, mas esses recursos deverão ser utilizados para custear melhorias no sistema

Estação de trem de Quintino, subúrbio do Rio de Janeiro | Foto: Rafa Pereira - Diário do Rio

A tarifa dos trens da Supervia será mantida em R$5 até o fim do ano. Esse acordo com o governo do estado consta no 12º termo aditivo do contrato com a empresa, assinado na última quinta-feira (04/09).

No documento, o governo se comprometeu a pagar R$ 251 milhões como compensação pelas perdas acumuladas desde o início da pandemia. Esta foi uma determinação da Agetransp, a agência que regula os transportes no estado.

Esses recursos deverão ser utilizados para custear melhorias no sistema. Foi apresentado um plano de ação com prazos e estas são algumas das metas que a Supervia terá de cumprir:

  • A instalação de cabos subterrâneos de sinalização — para coibir os furtos, o que dará maior estabilidade às viagens — deverá avançar nos ramais de Japeri, Saracuruna e Santa Cruz;
  • Previsão da manutenção das estruturas de passagens de nível até dezembro;
  • Incremento operacional, como manutenção dos dormentes e trilhos, limpeza da via férrea, controle de vegetação, aumento da vida útil dos muros, reforma e pintura das estações, manutenção de coberturas, plataformas e mezaninos;
  • Ampliação dos serviços de inteligência e segurança patrimonial e dos serviços de comunicação com os passageiros.

Um novo termo aditivo deverá ser celebrado até 30 de novembro, quando será discutido novamente o aumento de tarifa.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui