Vista aérea do Cristo Redentor e de parte do Rio de Janeiro - Foto: Reprodução/Internet

Um dos mais impactados pela pandemia, o setor hoteleiro viu sua taxa de ocupação cair drasticamente. Dados do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil analisados pelo Instituto Rio 21 mostram que em abril de 2020, apenas 8% das unidades habitacionais disponíveis estavam ocupadas. Em 2021, esse valor aumentou em 13 pontos percentuais, chegando em 21%. No entanto, continuou extremamente baixo em comparação com a taxa de 2019, que foi de 61%.

A assistente de pesquisas do Instituto Rio 21, Carolina Carvalho, explicou que a previsão é que 2021 continue não sendo um bom ano para o setor, apesar de apresentar resultados melhores que 2020.

Apesar do ritmo da vacinação estar aumentando, a previsão é de que o ano de 2021 continue ruim para o setor de hotelaria. Espera-se que a busca por hospedagens cresça em relação à 2020, mas que se mantenha bastante inferior em comparação com 2019, como apontam os dados da taxa de ocupação“, disse.



Figura 1 – Taxa de ocupação em abril, por ano. Fonte: InFOHB. Elaboração: Instituto RIO21.

Ainda de acordo com o Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil, o Rio de Janeiro foi o município com a menor percentual de hotéis abertos em abril de 2021. O estudo levou em consideração outras 11 cidades brasileiras, sendo elas Belo horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Manaus, Porto Alegre, Recife, Salvador, São Paulo e Vitória. Os dados apontam que apenas 81% da capacidade hoteleira carioca estava funcionando.

Figura 2 – Percentual de hotéis abertos em abril. Fonte: InFOHB. Elaboração: Instituto RIO21.

A média da diária dos hotéis no Rio, em abril de 2021, foi de R$207,09. No mesmo período em 2020, a média foi de R$232,69. Dessa forma, o preço médio da diária apresentou uma queda de aproximadamente R$25,6, em comparação com o mês de abril do ano passado. Por sua vez, a diária média em abril de 2019 foi de R$237,85.

Já a renda média por apartamento disponível (RevPAR) foi de R$43,27 em abril de 2021. Essa métrica indica o quão bom está o desempenho do setor hoteleiro: quanto maior o valor, melhor a performance. Sendo assim, os dados apontam para uma grande queda na eficiência do setor durante a pandemia. Em comparação com 2019, a RevPAR caiu 70% em 2021. No entanto, apresentou uma melhora considerável em relação ao mesmo período em 2020.

Figura 3 – Renda por apartamento disponível em abril, por ano. Fonte: InFOHB. Elaboração: Instituto RIO21.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui