Foto: Kaio Lakaio/Veja

Confirmada a alteração do local de realização da final da Copa Libertadores 2019, passando-se de Santiago, no Chile, para Lima, no Peru, a preocupação dos torcedores do Flamengo agora é a mudança de logística para assistir à partida.

Os ingressos destinados à torcida do Flamengo já haviam se esgotado. Com isso, a maioria dos rubro-negros já tinha toda a programação definida para chegar à capital chilena, e agora precisam correr contra o tempo para se ‘realocarem’ para Lima.

Existe todo um ‘aparato’ de alterações, que envolve compra dos novos ingressos, passagens aéreas e hospedagens.

Em relação ao 1º item, a Conmebol colocará à venda, em breve, a nova leva de ingressos para a final, atualizada para Lima. O problema é que ainda não há data definida para isso, o que causa descontentamento e apreensão entre os torcedores. Se serve de alento, quem já tinha adquirido as entradas terá prioridade na nova compra, e quem não puder ir à capital peruana poderá solicitar o reembolso integral do ingresso.

Já em relação às passagens, o Flamengo até promete retribuição às companhias aéreas que ajudarem aos torcedores. O clube pretende utilizar seu (forte) marketing e dar publicidade gratuita às empresas que flexibilizarem as políticas de cancelamento e troca, o que facilitaria a vida de quem for assistir ao jogo e já tinha comprado para o Chile.

Por fim, sobre as hospedagens, os torcedores devem entrar em contato diretamente com as empresas as quais fizeram as reservas e negociar.

Em contato exclusivo com o DIÁRIO DO RIO, o Airbnb, por exemplo, disse que todos que tiverem reservas compradas pelo site para o Chile até o dia 24/11 podem fazer o cancelamento sem pagamento da taxa adicional. Basta entrar na Central de Ajuda, ir na opção ”reembolso” e solicitar o cancelamento selecionando a opção ”motivo de força maior”.

O rubro-negro Rodrigo Freire, que já havia comprado passagem para o Chile, conseguiu uma ‘artimanha’ interessante para conseguir ir para Lima.

”Logo após confirmarem a mudança de local da partida, comprei uma nova passagem, de Santiago para Lima. Assim, não precisaria cancelar nem alterar minha 1ª passagem”, disse Rodrigo, que depois concluiu: ”Paguei R$ 1.100 na 1ª passagem (Rio x Santiago), pois comprei logo após a classificação contra o Emelec, e consegui comprar por R$ 1.300 a viagem de Santiago para Lima. Dei sorte, pois ninguém está conseguindo por menos de R$ 4 ou 5 mil.”

Rodrigo Freire é torcedor fanático do Flamengo – Foto: Arquivo Pessoal

Flamengo e River Plate-ARG decidem a Copa Libertadores 2019 no próximo dia 23/11 (sábado), às 17h (de Brasília), no Estádio Monumental de Lima, no Peru.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui