Que os filmes de Natal – clássicos ou lançamentos – fazem parte do fim do ano, todos sabem. Mas normalmente, estamos acostumados a ver a cultura americana retratada nas produções cinematográficas. Em Tudo bem no Natal que vem, não. A comédia, protagonizada por Leandro Hassun mostra o Natal como os brasileiros conhecem: com a briga da uva-passas no arroz, maçã na maionese, as grandes reuniões de família (que muitas vezes acabam em confusão) e a piadinha do pavê.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

O filme apresenta ao público o personagem Jorge, que nasceu no Natal e odeia a data desde a infância. Depois de tomar um tombo na véspera de Natal, ele acorda um ano depois sem se lembrar de nada que aconteceu nos 364 dias anteriores. Jorge, então, revive a data tão odiada diariamente, tendo que lidar com as consequências de seus atos do resto do ano, dos quais ele nem se lembra. O filme traz o ar leve de Natal e arranca boas risadas, entretanto, para quem acompanha o trabalho de Hassun em outras produções, alguns trechos podem cair no “mais do mesmo”.

Além de arrancar risadas do público, o longa surpreende por ter trechos emocionantes e trazer mensagens reflexivas muito importantes. Em um trecho, o filme relembra a importância da saúde preventiva, abordando o câncer de mama com a seriedade que o assunto pede e reforçando que os exames de rotina podem salvar vidas. O tema é desenvolvido de forma rápida, mas deixa a mensagem de prevenção e emociona, mesmo sendo um filme de comédia.

Outro tema reflexivo abordado é sobre valores. Todo o filme mostra a importância de valorizar a família – mesmo entre os conflitos e problemas que podem surgir – e saber priorizar o que é essencial. E, mais uma vez, a produção oferece ao público cenas emocionantes que surpreendem quem assiste ao longa esperando apenas boas risadas.

Em coletiva, Hassun comparou a mensagem passada no filme ao ano de 2020, que também trouxe reflexões e mostrou como é importante valorizar a família. Ele reforçou também a importância da oportunidade de mostrar as tradições do Natal brasileiro.

Eu acho importantíssima a oportunidade que a Netflix está nos dando de apresentar o nosso Natal, com as brigas, o suor, o calor, o Natal do Brasil de verdade”, ele disse.

Gravado majoritariamente no Rio de Janeiro, o filme tem um equilíbrio entre as risadas e as reflexões que o Natal traz e promete agradar os amantes das comédias brasileiras. Tudo bem no Natal que vem estreia mundialmente na Netflix nesta quinta-feira (03/11).

Sinopse:

Depois de levar um tombo na véspera de Natal, o rabugento Jorge desmaia e acorda um ano depois sem lembrança do que se passou. Ele logo percebe que está condenado a continuar acordando na véspera de Natal, ano após ano, tendo que lidar com as consequências do que seu outro “eu” fez nos demais 364 dias.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui