Por André Delacerda

 

azul-1-thumb Nesta última sexta-feira, o Diário do Rio foi bem longe, além das terras cariocas para presenciar um raro momento.

 

Mr. Neeleman, gringo, na verdade, um brasileiro de sangue americano. Empreendedor, visionário, ao celebrar com a Embraer a entrega da primeira aeronave modelo 195 a Azul Linhas Aéreas, faz uma correção na história da aviação nacional. Já que as grandes companhias aéreas internacionais, reconhecem a genialidade brasileira ao escolher as aeronaves da Embraer para vôos regionais. E só faltava uma empresa brasileira, ter uma frota totalmente formada por modernas aeronaves feitas em solo nacional.  

Vamos narrar neste post, a viagem do Diário do Rio a São José dos Campos a convite da Azul Linhas Aéreas e da Embraer, para a cerimônia de entrega do Embraer 195.

 

museudaembraer Vale ressaltar que a Azul têm importantes planos para incrementar o turismo e os negócios no Rio. Sendo que inclusive, uma de suas aeronaves tem na sua fuselagem, uma grata homenagem a Cidade Maravilhosa.

Nossa jornada começou neste patrimônio da aviação nacional, símbolo clássico da arquitetura modernista, o Aeroporto Santos Dumont.

 

Chegamos as 15:30 ao saguão do aeroporto localizado no Centro do Rio e fomos ao guichê da Azul, onde fomos recepcionados por parte da equipe de terra da Azul na nossa cidade. Estava presente também Silvana da Egom, com que pudemos conversar.

 

Após o check-in, nos dirigimos ao portão 12, onde pude conhecer o jornalista carioca Bernardo Andrade, do site Air On Line, que confessou ser um leitor assíduo do Diário do Rio, e comentou conosco a importância de nós sempre trazermos noticias positivas sobre a cidade, segundo o mesmo:

“O Diário do Rio é totalmente diferente. Enaltece as coisas que estão fora do padrão, pois, sempre traz o lado positivo do Rio.”

aeromoçasAs 16:30 fomos levados a aeronave Embraer, modelo 190, pintada com as cores da Azul Linhas Aéreas. Eu como carioca, esperava voar no avião que tinha como homenagem uma frase alusiva ao Rio de Janeiro. Foi quando, meu colega Bernardo, me informou que ironicamente a aeronave “carioca” é que ia levar os convidados paulistas, até São José dos Campos. Todos rimos.

 

Ao entrarmos na aeronave, fomos recepcionados por simpáticas aeromoças vestidas em modelitos retrô com tonalidade azul, isso mesmo, que você leu, retrô, que certamente foram concebidos para causar uma sensação de saudosismo dos momentos clássicos da aviação nacional. Uma dos destaques da aeronave, são as janelas que possibilitam uma visão excelente, pois parecem ser maiores.

 

serviçodebordoMinutos após a decolagem, as aeromoças começaram a se dirigir aos passageiros perguntando o que gostariam de beber. Uma coisa que me chamou atenção é que naquela abordagem havia toda uma informalidade, pois, elas estavam com um bloquinho de papel, e anotavam com muita simpatia o que solicitavamos. Foram servidos cockies e batatas fritas, além de bebidas softs, em bandejas e cestinhas, inovando-se com a ausência do carrinho no corredor.    

 

Miguel Dau, vice-presidente de operações da Azul que estava a bordo, aproveitou a ocasião e se dirigiu aos passageiros explicando todos os modernos aparelhos de segurança que compõem o Embraer 190/195, e das tecnologias que a Azul Linhas Aéreas inclusive está desenvolvendo para contribuir com a melhoria da segurança de vôo no Brasil. Outro ponto a destacar na aeronave é o conforto e o espaçamento das poltronas, as pessoas grandes agradecem, pois você consegue sentar-se bem a vontade. Não existe também aquela incomoda poltrona do meio em cada fileira. A aeronave tem a configuração de 109 lugares.

 

Ao pousarmos em São José dos Campos, fomos recepcionados por Ricardo Santos e equipe da assessoria de imprensa da Embraer. Que nos conduziram até a sala de imprensa e enquanto aguardávamos o início da coletiva, visitamos o Museu da Embraer, que tem muitos painéis fotográficos e maquetes de aeronaves. Minutos depois chegaram nossos colegas da imprensa e do trade paulista, que voaram desde Congonhas até São José dos Campos na aeronave “O Rio de Janeiro continua Azul”.

 

parteinterna Com a chegada da staff da Azul Linhas Aéreas começa a coletiva de imprensa, onde o presidente Neeleman, falou dos planos da empresa em um português com sotaque americano. Alias, Mr. Neeleman, me lembrou o jeito carioca de ser: despojado, bem humorado, e também gosta de uma festa. Você vão saber por quê.

 

Uma parte da entrevista interessa aos cariocas, e aqueles que desejam voar para curtir a Cidade Maravilhosa e fazer bons negócios aqui. Segundo Neeleman, ele só espera a Anac liberar vôos do Aeroporto Santos Dumont para outras cidades, para começar a operar forte no mercado Carioca. Ele destacou que a ponte aérea RIO-SP é o quarto maior mercado do mundo para a aviação. Polêmicas a parte sobre a reabertura do Santos Dumont  para vôos entre estados, o certo é que a Azul Linhas Aéreas tem muito interesse em ter uma forte ligação com os cariocas. Como carioca a impressão que tenho é que infelizmente parece que o governo do estado do Rio, na pessoa do Governador Sergio Cabral e do Secretário de Esporte Julio Lopes, não está tão disposto a ajudar na operação no Santos Dumont, pois deixou a base de operações e sede da Azul Linhas Aéreas irem para Campinas e São Paulo.

 

Neeleman disse:

“O Processo de operação no Rio pode demorar um pouco. Mas a Azul deve receber slots no Santos Dumont em breve. Em dezembro a Anac provavelmente poderá abrir o Santos Dumont para vôo, que serão operados no Embraer 190. Gostaríamos de operar vôo de Navegantes para o Rio, de Uberaba para o Rio, e de outras cidades para o Rio. O que incrementará o turismo e os negócios, já que os passageiros destas cidades poderão chegar ao Rio sem precisar fazer conexão em São Paulo.”

 

Após responder mais algumas perguntas Mr. Neeleman com muito humor e o sotaque de sempre convidou a todos presentes:

“Agora vamos a festa!”

O Diário do Rio gravou um vídeo com exclusividade para vocês.

 

As 22 hs iniciou-se o vôo de retorno a Cidade Maravilhosa, dessa vez voando na aeronave “O Rio de Janeiro continua Azul”.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui