Turistas no Cristo Redentor - Reprodução: Internet

O secretário de Saúde de Estado de Saúde, Carlos Alberto Chaves, levantou a possibilidade de restringir o turismo no Estado do Rio de Janeiro durante uma entrevista coletiva na secretaria estadual de Saúde, no Centro da cidade, para falar sobre a interdição do Hospital Estadual Eduardo Rabello, em Senador Vasconcelos, para obras. O secretário adiantou que a ideia será debatida por sua equipe e pode ser apresentada ao governador interino Cláudio Castro em um reunião que acontecerá sexta-feira (12/03). “Eu vejo as praias cheias de turistas. É hora de turismo aqui? É hora de samba na praia?”, ponderou Carlos Alberto Chaves.

O secretário disse ainda que medidas relacionadas ao turismo no Rio serão avaliadas em conjunto com a equipe de vigilância sanitária a partir da avalição do mapa epidemiológico do estado divulgado todas às sextas-feiras “Dependendo das condições, isso será colocado tecnicamente. Eu abri leitos hoje, pode ser que caia (a taxa de ocupação)”, afirmou o secretário.

Para a subsecretária de Vigilância em Saúde, Claudia Mello, o aumento do número de pessoas contaminadas pela Covid-19 no Estado está relacionado ao Carnaval. De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado às 17h, da última terça-feira (9/03), a taxa de ocupação de UTI por Covid-19 está em 70,5%. A ocupação de enfermaria é de 52,0%. Na última sexta-feira (5/03), o índice estava em 68% para leitos de UTI e em 46% para leitos de enfermaria.

Novos leitos

Segundo o secretário Carlos Alberto Chaves 93 novos leitos foram abertos no Rio nesta quarta-feira (10/03). São 40 vagas de CTI, no Hospital Municipal Che Guevara, em Maricá; 20 leitos no Hospital Municipal Oceânico de Niterói, sendo 10 de CTI e 10 de enfermaria; e outros 33 leitos de CTI no Hospital Zilda Arns, em Volta Redonda, este último com previsão de abertura na próxima segunda-feira (15/03). Dos 33 novos leitos de UTI abertos no Zilda Arns, 19 correspondem a leitos de enfermaria da unidade transformados em CTI.

Sobre a possibilidade de abrir novos hospitais de campanha, Chaves fez a triste afirmação: “Não quero ser o quinto ou sexto secretário de Saúde na cadeia”.

Para abrir novas vagas de CTI, o secretário também disse que pretende regular os 74 leitos utilizados para atender pacientes de Manaus e Rondônia. Ele disse ainda que o Hospital Eduardo Rabello, que será interditado para obras, era subutilizado, com apenas 13 leitos ativos e mais de 800 funcionários.

Vacinação

O Governo do Estado do Rio recebeu nesta quarta-feira 261.800 doses de Coronavac, cuja metade das unidades será destinada à aplicação da segunda dose. Rio de Janeiro, Maricá, Niterói e São Gonçalo já receberam a sua cota de vacinas. Helicópteros distribuirão as demais doses nesta quinta-feira. O secretário espera receber um novo lote de vacina contra a Covid-19 na próxima terça-feira (16/03).

1 COMENTÁRIO

  1. Essa foto (todos sem máscara) utilizada na reportagem parece ser antes da Pandemia, ou todos são irresponsáveis (e claramente tem que ser proibida a visitação ao Rio)
    Se a primeira hipótese, e mesmo na segunda, o Diário do Rio falhou em não colocar essa observação.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui