Feriados devem fazer Rio fechar abril com mais de R$ 16 milhões em arrecadação de ISS do turismo

O ISS de turismo deve fechar o mês de abril em R$ 16,6 milhões, um valor 15% superior ao registrado em 2019

Fotos: Alexandre Macieira/Riotur

Com três feriados – Sexta-Feira da Paixão, no dia 07, Tiradentes no dia 21 e o dia de São Jorge no dia 23 – o ISS de turismo deve fechar o mês de abril em R$ 16,6 milhões. O montante é 15% superior ao registrado em 2019, de acordo com estimativas da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação (SMDEIS) e da Riotur. O mês é importante para a arrecadação do município – representa 8,9% de toda a arrecadação do ISS turismo ao longo do ano –, conforme mostra o estudo especial “Economia do Turismo no Rio” da SMDEIS.

Em abril de 2019, último ano pré-pandemia, o Rio arrecadou R$ 14,4 milhões com impostos (ISS) ligados ao turismo. Com a pandemia e seus impactos na economia, em especial no setor de turismo, a arrecadação em 2020 e em 2021 foi de R$ 7,2 milhões e R$ 5,5 milhões, respectivamente, bem abaixo da expectativa para este ano.

Os feriados são períodos importantes para o Rio, pois recebemos turistas brasileiros e estrangeiros, que se hospedam na cidade, além de ser uma oportunidade de o carioca circular um pouco mais. Tudo isso ajuda a movimentar a economia da nossa cidade, que tem forte vocação no turismo”, avalia Chicão Bulhões, secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação.

Já em 2022, com a emergência sanitária em uma situação mais controlada, os desfiles das Escolas de Samba foram transferidos para abril por conta da variante Ômicron. A publicação “Carnaval de Dados”, também criada pela SMDEIS, em parceria com a Fundação João Goulart (FJG) e a Riotur, apontou que o perfil do público presente no Sambódromo foi majoritariamente de brasileiros, sendo 68,8% de moradores da região metropolitana do Rio de Janeiro, 25,4% de turistas nacionais e 5,8% de turistas estrangeiros, com base em dados coletados na Marquês de Sapucaí.

Os feriados são fundamentais para manter a cadeia do turismo ativa. Por isso, estamos trabalhando ativamente na divulgação da cidade com foco nesses períodos, apresentando a programação, as ofertas e buscando atrair os turistas que estão nas cidades e estados próximos, como o público do interior de São Paulo, nossos visitantes mais assíduos. Queremos manter a cidade ativa todo o ano, movimentando a economia, gerando emprego e renda”, explicou Ronnie Costa, presidente da Riotur.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui