Universidade Federal do Rio de Janeiro vista de cima (Foto: Reprodução Internet)

Laboratórios da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) estão realizando exames e investigando se pacientes de Covid-19 que foram transferidos do Amazonas para a capital fluminense possuem as variantes de Manaus ou sul-africana e se elas estariam circulando na cidade. A informação é do portal de notícias G1.

Ao todo, 45 pacientes foram transferidos para unidades federais no município do Rio. Há informações de que um deles chegou a ser levado para uma enfermaria onde estavam internados pacientes sem a doença. O caso está sendo acompanhado pelo Ministério Público Federal e pela Defensoria Pública Federal.

No começo do mês, o secretário estadual de Saúde do Rio, Carlos Alberto Chaves, afirmou que a chegada de pacientes com Covid-19 vindos de Manaus foi uma surpresa. Apesar do Ministério da Saúde ter informado que a transferência foi realizada após um consenso, Chaves negou a afirmação.

A Secretaria Estadual de Saúde do RJ afirmou que, nesta segunda-feira (15/02), cinco pacientes vindos de Rondônia foram transferidos para o Hospital São Francisco na Providência de Deus, na Zona Norte, e que toda a mudança ocorreu com o acompanhamento do Governo do RJ e em segurança.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui