Por André Delacerda

 

novo-carro-da-polcia Ontem estive no Bloco Spanta Neném que percorreu a ciclovia da Lagoa Rodrigo de Freitas entre o Corte do Cantagalo até as imediações do Clube Monte Líbano. Foi pura felicidade o desfile do bloco, exceto por uma cena presenciei durante todo o percurso, foi uma pena meu celular não tirar fotos e o meu amigo que tinha um desses, se intimidar com a foto que pedi para ele tirar.

 

Talvez muito dos foliões do Spanta Neném não tenha se dado conta, que durante o trajeto, na pista de rolamento da Lagoa, havia uma patrulha com dois PMs dentro, e dois outros PMs na rua. Um deles com uma pequena arma na cintura. Até ai tudo bem. Mas o pior estava, mais a frente, um senhor PM, de meia idade, com uma daqueles fuiz em punho. Isso mesmo, imaginem essa imagem!

 

Seus filhos, netos, ou você mesmo brincando ao som empolgante da bateria do Spanta Neném e a poucos metros um PM, que com certeza não têm preparo. Segurando uma metranca em punho.

Ai eu pergunto. Esse procedimento é correto? Creio que não!

Imagina se acontece um tumulto, e aquele despreparado PM, sob o sol de 35º C, com aquele calor fritante, solta o dedo da metranca? Um desastre certamente ocorreria.

 

Não fui a Banda de Ipanema que desfilou em seguida. Espero que a cena deplorável não tenha se repetido.  Então fica aqui a reclamação.

 

Comandante do Batalhão do Leblon, Senhor Beltrame. Instruam melhor seus homens. Pois carnaval é festa de paz e alegria e não um campo de concentração.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui