Fluminense por Armando AmorimNo que depender da vontade do presidente do Fluminense, Peter Siemsen, o tricolor pode adquirir um time de futebol nos Estados Unidos. Não seria algum da liga principal e sim de uma das duas ligas secundárias.

O Fluminense não faria nenhum gasto financeiro no início, e sim introduzir o know how, a marca e a capacidade de gestão do Fluminense. É o que diz matéria do site Exame. O objetivo de Siemsen é reforçar a marcar do Fluminense internacionalmente, além de desenvolver novos mercados consumidores. Nada mal escolher os EUA e entrar em um mercado, que apesar da crise, consome de verdade.

A parceria que Siemnsem imagina do Fluminense com o time americano não seria para a compra e venda de jogadores, mas cerca de 8 jogadores brasileiros poderiam ser levados aos EUA para servir de base para o time.

Essa matéria da Exame, que se é tricolor deve ler, serve de alento para o futebol carioca e um exemplo do que uma gestão séria pode fazer. O Flamengo caminha na mesma direção, agora que a diretoria é profissional e não pensa em eleições para vereador ou deputado, como a anterior, e como é atual caso do Vasco da Gama

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui