Doses de vacinas contra Covid-19 em direção ao Rio de Janeiro - Foto: Reprodução/TV Globo

A Secretaria de saúde informou nesta segunda-feira (05/04), que as 50 doses de CoronaVac furtadas do Centro Municipal de Saúde Professor Carlos Cruz Lima, em Colégio, na Zona Norte do Rio, na madrugada do domingo (04/04) não poderão ser disponibilizadas para a população mesmo se forem recuperadas pela polícia.

A informação é da pasta de Saúde que, em nota, informou não ser possível precisar a qualidade dos imunizantes após o ocorrido, o que torna impossível a sua aplicação.

O medicamento foi levado na madrugada do último sábado (03/04) para domingo (04/04), 50 doses de CoronaVac, vacina chinesa contra a Covid-19 desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo, foram furtadas do Centro Municipal de Saúde Professor Carlos Cruz Lima, em Colégio, na Zona Norte do Rio de Janeiro. A informação é do jornal ”O Globo”.

De acordo com as imagens do circuito interno, por volta das 04h, um homem, munido de uma mochila, entrou no CMS, foi até a sala de vacinação e forçou a entrada. Ele ficou no local por cerca de 10 minutos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui