Foto: Divulgação

Chegou ao Rio de Janeiro na noite desta sexta-feira (22/01), o carregamento com 2 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca produzidas no Instituto Serum, na Índia. O avião com a carga de imunizantes aterrissou na Base Aérea do Galeão por volta das 22h.

Uma vez descarregadas, as vacinas serão levadas em caminhões escoltados por policiais federais à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e depois passarão por análises de segurança, segundo exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Na sequencia serão etiquetadas com informações em português. Ainda segundo a Fiocruz, todo o processo deve durar a madrugada e manhã de sábado (23). O material deve estar à disposição do Ministério da Saúde ainda na tarde de hoje, de acordo com estimativas da Fundação.

Após a chegada das vacinas ao Brasil, o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, fez um pronunciamento no qual defendeu o Sistema Único de Saúde (SUS) sem o qual o povo brasileiro não poderia ser atendido em um momento como esse.

Ainda em seu pronunciamento, o general Eduardo Pazuello, afirmou: “Esses 2 milhões de doses são apenas o início. É só o começo do processo. Estamos negociando mais doses no início de fevereiro e a chegada do IFA [ingrediente farmacêutico ativo]. O nosso país precisa da produção nacional. O objetivo do Ministério da Saúde é a vacinação em massa do povo brasileiro”.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui