Variante Ômicron: quase 40% das empresas do RJ tiveram funcionários afastados, diz Fecomércio

Dados também mostram que 59,6% dos empresários fluminenses não foram impactados em seus negócios na última semana

Mercado popular da Taquara, na Zona Oeste Foto: Luiza Moraes

Um estudo do Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ) avaliou o impacto da variante Ômicron e constatou que 60,8% dos empresários entrevistados não registraram funcionários afastados por conta do vírus. Do outro lado estão 39,2% dos empresários que afirmam que seus colaboradores foram diagnosticados com a doença e, portanto, isolados.

A pesquisa também o impacto para o comércio de bens, serviços e turismo do estado do Rio de Janeiro: 59,6% dos empresários entrevistados revelaram que, na última semana, não houve prejuízo (34,5%) ou que tiveram o mínimo de impacto possível (25,1%). 40,5% dos comerciantes afirmam que foram prejudicados ou muito prejudicados em seus negócios.

Em relação às expectativas para os próximos sete dias, 47% dos comerciantes acreditam que haverá muito prejuízo ou algum tipo de impacto. 35,5% estão confiantes e acreditam que haverá o mínimo de prejuízo ou nenhum impacto. 17,6% afirmam que não sabem avaliar essa situação.

A sondagem ocorreu na quinta-feira, 06 de janeiro, com a participação de 319 empresários do estado do RJ.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui