Vazamento em tubulação d’água interdita a Avenida Borges de Medeiros

A concessionária Águas do Rio afirma que o abastecimento em cinco bairros está afetado

Foto: Reginaldo Pimenta / Agência O Dia

Na manhã desta quinta-feira, (02/06), aconteceu um grande rompimento de uma tubulação d’água causou a interdição total da Avenida Borges de Medeiros, na altura da Rua General Garzon, na Lagoa, Zona Sul do Rio. A interdição ocorre a partir da Rua Mário Ribeiro e o desvio deve ser feito pela Avenida Epitácio Pessoa.

De acordo com o Centro de Operações Rio (COR), agentes da Águas do Rio e da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio) estão no local para conter o vazamento e desviar o trânsito para as ruas adjacentes do bairro.

O COR recomenda que os motoristas sigam em rotas alternativas, como o Túnel Santa Bárbara, ou Aterro do Flamengo.

Em nota, a concessionária Águas do Rio, relata que o abastecimento de água de cinco bairros está afetado. Sendo eles: Botafogo; Copacabana; Humaitá; Jardim Botânico e Lagoa.


Confira a nota oficial da Águas do Rio

“A Águas do Rio informa que está mobilizada desde o início da manhã desta quinta-feira (02/06) para atuar no reparo da rede de água de grandes dimensões na Avenida Borges de Medeiros, entre as ruas General Garzon e Saturnino de Brito, na Lagoa.

O sistema de abastecimento da área foi imediatamente fechado e a área isolada com apoio da CET- Rio. Os serviços de reparo já foram iniciados e devem ocorrer ao longo do dia.

O COI (Centro de Operações Integradas) da concessionária está monitorando a situação em tempo real e o abastecimento dos bairros de Botafogo, Copacabana, Humaitá, Jardim Botânico e Lagoa será afetado. Todas as medidas adotadas visam minimizar os impactos à população”.

O subprefeito da Zona Sul, Flavio Valle, também esteve no local para verificar a situação. “Mobilizamos os órgãos para garantir o máximo de eficiência e segurança para pedestres e motoristas. Estamos trabalhando para liberar uma das vias o quanto antes visando desafogar o trânsito. As equipes da CET-Rio estão em mais de cinco pontos do entorno fazendo o desvio e sinalizando as alternativas. Ressalto que nossa preocupação também é com a segurança e aguardamos o posicionando da concessionária”, disse o subprefeito.

A previsão dada para a Prefeitura pela Águas do Rio é que a obra vai durar até o final do dia. Só após o término a outra faixa vai ser liberada.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui