Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - Brasil - Foto: Fernando Maia | Riotur

No segundo trimestre deste ano, as regiões da Barra da Tijuca e parte da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro registraram aquecimento nas vendas de imóveis residenciais. Na Barra, nos últimos 12 meses, a variação foi de 4% para mais, segundo dados do Centro de Pesquisa e Análise da Informação do Sindicato da Habitação do Rio (Secovi Rio). No mesmo período, a Zona Norte da cidade também registrou uma alta de 4,18% no valor do metro quadrado para venda. O período de maior variação positiva foi registrado em maio.

De acordo com o estudo, em junho houve crescimento de 77,1% no número de negociações residenciais, na comparação com o mesmo período do ano passado. Já nos seis primeiros meses, a alta foi de 74,1%, frente a 2020, sendo o melhor momento registrado desde 2013 para negociações de compra e venda de casas ou apartamentos. Os dados têm como base as guias de ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis) pagas na cidade.

Ciente da importância da Barra, a Avanço Realizações Imobiliárias escolheu a região para lançar este mês o Playa Exclusive Residences, reunindo arquitetura contemporânea, plantas confortáveis, lazer sob medida e diferenciais de tecnologia, segurança, sustentabilidade e serviços compartilhados. Tudo isso em apenas 21 apartamentos que serão construídos na Avenida Sobral Pinto, Posto 6/7. Um dos diferenciais são as opções de kits gourmet, com a cozinha integrada à sala, e outros itens elaborados especialmente para quem é apaixonado por gastronomia. Já os kits high-tech permitem ter o apartamento todo automatizado.

“Desenvolvemos um projeto para que o cliente tenha uma experiência única de elegância, design, estilo e muita conveniência. A localização do empreendimento é mais um destaque, pois o morador estará a poucos passos para se divertir nas areias da Praia da Barra e fazer compras, a poucos minutos dos shoppings mais badalados da cidade, do metrô e das principais vias de acesso”, afirma Sanderson Fernandes, diretor da Avanço. O Valor Geral de Vendas (VGV) é de R$ 50 milhões.

Para o vice-presidente do Secovi Rio, Leonardo Schneider, com a adoção do home office muitas famílias optaram por adquirir imóveis maiores, em locais menos condensados e que oferecem comodidades como serviços de lazer integrados e isso impulsionou a venda de imóveis no bairro. Outro que também vem impressionando pelos núemeros é o Recreio dos  Bandeirantes.

A Start Investimentos tem dois projetos no Recreio para este ano: um é o On The Ocean, na Praia do Pontal, com 134 unidades em um terreno de 8.500 metros quadrados. As unidades têm valores a partir de R$ 1 milhão.

“Já comercializamos R$ 66 milhões deste empreendimento antes mesmo de lançar, pois não há privilégio maior do que morar em um apartamento que traz conforto e segurança. Tudo isso à beira-mar e com a infraestrutura de um condomínio moderno que só tende a se valorizar”, avalia Eric Labes, CEO da Start.

A empresa está lançando também o Riviera do Recreio, loteamento com 830 terrenos unifamiliares, de 180 a 310 metros quadrados, em um empreendimento com ampla estrutura de lazer e segurança.

“O segmento está em evidência pelas baixas taxas de juros e a nova percepção de morar que a pandemia trouxe, despertando a atenção do cliente final e do investidor interessados na aquisição de casas e lotes”, conta Labes.

Segundo ele, entre os destaques do Riviera do Recreio estão a área de lazer com um clube de 7 mil metros quadrados e várias opções para toda a família e o Pontal Beach Point, uma área VIP na praia que vem ao encontro desta necessidade por mais espaço e contato com o verde e o mar. Os terrenos têm valores a partir de R$ 393.300 e financiamento direto com a empresa em até 120 meses.

Na análise de André Toledo, da Block Imóveis, que tem forte atuação na Barra e no Recreio, “realmente a procura por imóveis na Barra da Tijuca e no Recreio dos Bandeirantes tem crescido. Vemos uma migração da Baixada Fluminense, Tijuca, Ilha do Governador. A segurança e a infraestrutura que os condomínios dão, somadas à qualidade de vida que os bairros possibilitam atraem as pessoas para bairros como Barra e Recreio. O acesso aos bairros melhorou muito também. Além disso, é bem mais baixo o valor de um imóvel na Barra e no Recreio, se comprado à Zona Sul”.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui