Na noite desta quarta-feira, 06/02, os ventos chegaram a velocidade de 110 km/h – registro feito no Forte de Copacabana, Zona Sul da cidade. Apesar da intensidade das rajadas, não houve um furacão, como chegou-se a cogitar.

No entanto, no caso do Rio de Janeiro na noite desta quarta e madrugada de quinta, o vento de 110 km/h é classificado como tempestade violenta. É o numero 11 de uma escala que vai de 0 a 12.



“Existem alguns níveis de intensidade de vento para medir tanto rajada quanto fenômenos quanto tufão e furacão. Foi uma rajada de vento muito intensa provocada por um sistema chamado de baixa pressão atmosférica e quando ele se forma próximo a costa do Rio você tem um impacto maior no estado e na capital como um todo”, disse a meteorologista Patrícia Vieira, em entrevista ao portal G1, da Globo.

Foto: Marcia Foletto

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui