O vereador de 1º mandato, Pedro Duarte (NOVO) fez um ofício nesta segunda-feira (04/01), a Presidência da Câmara dos Vereadores renunciando, até o fim de seu mandatos, a auxílios que teria direito. Começando pelo “Auxílio Combustível“, que são incríveis mil litros por mês, o que dá cerca de R$ 5.000 economizados por mês.

Duarte também renunciou ao auxílio selo, que são 4 mil quotas. O que, convenhamos, em tempo de email nem faz mais sentido. Ou alguém abre alguma carta sem ser os boletos?

No ofício enviado, o vereador também renunciou a “Remuneração adicional de 1/30 por Sessão Extraordinária comparecida”. De acordo com ele, “Há entendimento do STF da sua inconstitucionalidade, mas como há previsão no Regimento, optamos por elencar também”.

Para Pedro Duarte, “A renúncia desses benefícios é uma pauta não só minha, como de todo o partido NOVO. Todos os nossos mandatários seguem essa linha. Precisamos dar o exemplo, nada é mais forte e coerente do que isso”.

Pedro Duarte é o mesmo que está fazendo um processo seletivo para 4 vagas em seu gabinete, com salário de R$ 8 mil. Foram 1788 inscritos, ou seja, 447 pessoas por vaga, o processo termina dia 15 de janeiro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui