Os pets já fazem parte da família e, no caso de muitos, é a família completa. Desde 2008, aLei n° 4.785/2008 garante a habitação de animais domésticos nas unidades residenciais e apartamentos de condomínios, permitindo a entrada dos mesmos pela entrada de serviço. Porém, há algum tempo, a população que possui pets vem reclamando de algumas atitudes de síndicos de seus condomínios na ausência de uma entrada lateral, alegando que são obrigados a entrarem com seus animais pela garagem, o que gera um risco para os bichinhos e seus donos.

Baseando-se nisso, o vereador Dr. Marcos Paulo (PSOL) apresentou à Câmara do Rio o Projeto de Lei nº 1.255/2019, que assegura o acesso dos animais pela entrada social, caso o condomínio não suporte entrada de serviço, e veda o trânsito compulsório dos mesmos pela garagem dos prédios.

Para o autor do projeto, é imprescindível zelar pela segurança dos tutores e de seus animais. “O uso das vias de acesso às garagens representa elevado risco. São várias possibilidades de acidentes, como atropelamento do morador responsável ou do animal, colisão do veículo e tombo em razão da presença de óleo nas rampas, entre outros. A permissão da entrada de animais por entrada social diminuirá essas possibilidades”, explica Dr. Marcos Paulo.

1 COMENTÁRIO

  1. Esse vereador deve estar com tempo sobrando, né?
    Ou quer só saber de vagabundiar nas sessões entre um projetinho e outro.
    Porque não dá para acreditar que tenha tempo para apresentar projeto que interfere na prática condominal que em nada, absolutamente nada, tem de importante.
    A energúmena besta apresenta suposições sem trazer fatos que corroboram com os argumentos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui