A Floresta de Camboatá, em Deodoro, onde está sendo planejada a construção de um autódromo, ganha mais uma proteção. O vereador Fernando William, do PDT, através do projeto de lei 192/2020, visa proibir construções na região, que é o último trecho de mata atlântica plana da cidade do Rio de Janeiro.

Além do autódromo também está nos planos a construção de empreendimentos imobiliários no local onde hoje fica uma floresta com 169,55 hectares e mais de 200 mil árvores.

“A Floresta de Camboatá, em Deodoro, é o último lugar de Mata Atlântica de áreas planas do Município do Rio de Janeiro. A área tem várias espécies da fauna e flora, além de nascentes. Trata-se de uma região única, com um ecossistema equilibrado, que pode desaparecer se sofrer as intervenções necessárias para a instalação do autódromo. Além de uma região de alto risco na Cidade do Rio de Janeiro”, afirma o vereador.

Ambientalistas, contrários á construção do autódromo no lugar da floresta, mostram que existem outras áreas – inclusive próximas à Camboatá – para se erguer uma pista para provas automobilísticas no Rio de Janeiro.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

14 COMENTÁRIOS

  1. Uma APA/ Parque ecológico, voltado para a reprodução de mudas, reflorestamento com espécies nativas em diversas áreas da cidade, educação ambiental para alunos das diversas escolas da região e também visitação pública; além da geração de empregos é muito importante para os bairros ao redor. Leblon, Ipanema, São Conrado, Lagoa ou Barra, sem policiamento, também são áreas de risco!!!

    SOSFLORESTADOCAMBOATÁ

    Que o autódromo seja em outro lugar!

  2. Uma APA/ Parque ecológico, voltado para a reprodução de mudas, reflorestamento com espécies nativas em diversas áreas da cidade, educação ambiental para alunos das diversas escolas da região e também visitação pública; além da geração de empregos é muito importante para os bairros ao redor. Leblon, Ipanema, São Conrado, Lagoa ou Barra, sem segurança, também são áreas de risco!!!

  3. Se o Poder Público não der alguma finalidade para o local, não vai demorar muito e vão invadir e transformar em mais uma favela. Vai virar um anexo do Chapadão e da favela de Guadalupe, as duas com Tráfico de Drogas pesado.
    Esse local, já é considerado uma faixa de gaza. Diariamente, a vagabundagem circulam tranquilamente fazendo arrastões, principalmente na Estrada do Camboatá.
    Qq ação de um Partido sujo de esquerda, sobretudo o PDT, que compõe o Foro de São Paulo, vocês podem desconfiar.

  4. Primeiro destrói o autódromo de Jacarepaguá e agora querem construir outro em local de floresta.

    Cariocas digam NÃO A exploração imobiliária principalmente na área da zona oeste, onde não se aplica nada na natureza e lazer pra população.
    Tem que ampliar o acesso a parte olímpica de Deodoro pro povo usar.
    Dilma gastou nosso dinheiro na olimpíada e largou td que gastou com isso dinheiro
    E ta td largado e apodrecendo.

    O povo precisa de lazer.
    Onde está?

  5. Em pleno 2020 defender esse tipo de construção no lugar de uma floresta nativa é RIDÍCULO!! Existem outros lugares na cidade, para se construir esse autódromo. Li acima algumas opiniões patéticas. Sou morador do entorno da floresta e recomendo se informarem melhor!! Sosflorestadocamboata
    Que o autódromo seja em outro lugar!!

  6. Uma verdade deve ser falada as favelas são as grande causadoras dos desmatamentos das floresta no Rio, e os governos por politicagem sempre fecham os olhos para isto.

  7. Que benéficos um sambódromo tem para oferecer?? Mais festa e farra que o Rio de janeiro é cheio disso? Tem tantos outros locais que isso pode ser construído sem precisar desmatar o pouco de uma floresta que temos no rio, quer fazer mais antes pense na natureza e nos animais que ali vivem, depois estão aí no G20 fazendo reuniões para melhorar o clima no mundo mais os nossos governantes preferem construir um sambódromo em vez de presevar

  8. É uma loucura o que querem fazer com a floresta do camboatá… Um absurdo.. Um crime ecológico… Totalmente de acordo com o projeto de lei.

  9. Ninguém nunca lutou pelos avanços das favelas, como resultado temos um Rio de Janeiro totalmente favelizado e Deodoro e vizinhança fala por aí só, agora algo que vá trazer de fato algum retorno para a cidade não pode, falando nisso o parque da pedra branca pedindo socorro, favelas e invasões no seu entorno, mais não vemos nenhum abaixo assinado ou sequer um mínimo em torno do assunto. Chega ser patético esse povo,essa escória.

  10. Vai cassar o que fazer, vereador vai tirar a língua negra do canal de Marapendi, vamos se unir sim para a construção do autódromo, por que , a favelização é certa. O vereador que votar contra, nunca mais será reeleito.

  11. É um absurdo com tanto local para construir esse autódromo querer destruir a mata para fazer essa destruição. Bangu, Realengo, Padre Miguel, Magalhães Bastos é muito quente e irá esquentar muito mais. Quem deve decidir isso é o povo que mora aqui e não esses vermes desses políticos que não moram aqui.

  12. Vamos nos unir , fazer abaixo assinado, contra a destruição da nossa fauna e flora. A verdade isto interessa a um grupo que deseja obter lucros milionários com esse empreendimento. Pode deixar Fórmula 1, em São Paulo, podemos utilizar o turismo em conjunto com a natureza e assim preservar e melhorar nosso meio ambiente. Chega de hipocrisia e interesses escusos em benefício próprio.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui