Foto: Erwyn van der Meer

Uma das figuras clássicas do subúrbio do Rio de Janeiro pode ser proibido no Rio de Janeiro, os passarinheiros. Nas palavras do jornalista Felipe Lucena essa figura clássica, que sai de casa com seu pássaro na gaiola e anda pelas ruas como se nada estivesse errado“.

É que o vereador Dr. Marco Paulo (PSol), envolvidíssimo com a causa animal, apresentou o PLei 330/2021, que proíbe criar e manter pássaros exóticos, domésticos e domesticados presos em gaiolas no Rio de Janeiro E quanto àqueles pássaros que já estiverem em gaiolas e domesticados, deverá ter um registro com seus dados podendo permanecer em gaiolas até a sua morte. As penas para quem ter passarinho preso, serão as da de atitudes lesivas ao meio ambiente, a Lei Federal 9605/98.

Em sua justificativa, Dr. Marco Paulo diz que: “Os pássaros precisam de liberdade para se desenvolver, alimentar e reproduzir, para manter a diversidade e a continuidade da espécie. Mantê-los presos em cativeiros onde mal podem se mover é crime contra a continuidade da espécie, pois além de ser cruel com o pássaro, também deixa de contribuir com a diversidade e biodiversidade de outras tantas espécies que esses pássaros poderiam estar perpetuados em meio à natureza todos os dias.

E conclui: “Não precisamos ter gaiolas em casa para apreciar a beleza, ou o cantar de um pássaro, basta procurar eles em meio à natureza, valorizar as áreas verdes, conscientizar-se da importância do meio ambiente. A criação de pássaros em gaiolas priva a própria espécie e a humanidade, pois nega o direito das futuras gerações de apreciar a natureza de forma como deve ser, livre.

16 COMENTÁRIOS

  1. Esse pessoal do psol é uma vergonha mesmo … Ainda falando Merda …manda ele ir em um criador amador pra ele saber quem é que mais protege eles para q não há a extinção deles … Engraçado que a maconha , e bandido eles querem solta da gaiola né ….kkkmkmkm

  2. Quando um vereador coloca uma PL para tema de discussão vai ter os prós e os contra, seria melhor os polícia procurarem outros temas, como uma empresa chamada de Viva Rio, que tem vários contratos com o município, ou seja, essa empresa deveria participar de alguns projetos de reentroducão de espécie pois eu participo de um projeto de reentroducão, mais não vai pra frente por falta de verba. Vereador vê aí se a empresa Viva Rio, pode ajudar. Sobre a maconha eu prefiro me distrairia como criador do que como maconheiro. Esse nosso País é muito difícil pois um País que faz da morte um palanque político, que se dane a morte vamos tirar o presidente do poder.

  3. Vindo do do PSOL não é de se esperar grande coisa, pois um partido que defende tantos erros nos não podemos esperar que venha uma grande PL, porque não proibir o uso de drogas, pois a nossa juventude está se perdendo nas drogas, a mas isso vai tirar os votos que eles tem dos drogados dos vagabundos dos traficantes. Agora a criação em ambiente doméstico já tirou várias expecies do fim, eu acho que o vereador deveria se informar melhor o é criar em ambiente doméstico. Uma pergunta Vereador o Sr. Já tomou conhecimento em quantos empregos serão perdidos com exemplo nas fábricas de alimentos e em outros setores. Nós temos como exemplo a reentroducão da ARARINHA AZUL, isso só foi possil por causa da criação em ambiente doméstico.

  4. Existe uma grande diferença entre tráfico de animais e comércio irregular com maus-tratos para comércio legalizado de espécies domesticadas e que muitas vezes nem são brasileiras. Coibir o mercado pet é cegueira e alimenta ainda mais a procura por animais capturados de forma cruel na natureza. As pessoas não perceberam até agora que proibição não funciona pra tudo? Imagina se proibissem o cigarro ou o álcool, teríamos uma rede de tráfico lucrativa enorme. Isso é projeto bonito no papel e péssimo na prática.

      • Escória talvez sejam aqueles que cegamente não possuem o mínimo de interpretação própria e opinam de acordo com a onda do momento. Escória talvez sejam aqueles que não param um minuto para pensar nas externalidades negativas de decisões populistas e simplórias.

  5. Proibir a venda de gaiolas é também muito importante pois, no interior, essa prática facilita muito a vida dos passarinheiros. Eles deixam os pássaros ao sol e, muitas vezes , se esquecem ou deixam nas gaiolas cobertas com panos brancos o dia todo.

  6. Concordo plenamente que …“Não precisamos ter gaiolas em casa para apreciar a beleza, ou o cantar de um pássaro, basta procurar eles em meio à natureza…..Acontece que centenas de pessoas, muitas e muitas isoladas por doenças, que não podem saír de casa, que estão em isolamento (época de pandemia), outras sem condições físicas para andar em meio a natureza, até mesmo numa praça, principalmente aqui no Rio de Janeiro, onde a segurança deixa muito a desejar e/ou praticamente inexiste nesses lugares, muitas têm pássaros em casa como distração, se alegrar com o seu canto e até mesmo como verdadeiros companheiros de conversas o que contribui muito para uma vida mais saudável, principalmente dos idosos. Contudo, concordo com o registro de propriedade do pássaro desde que seja também aprovado a visita periódica de um médico veterinário para o pássaro, préviamente agendada, para uma avaliação do estado de saúde do animal.

    • “Acontece… muitas têm pássaros em casa como distração, se alegrar com o seu canto e até mesmo como verdadeiros companheiros de conversas o que contribui muito para uma vida mais saudável, principalmente dos idosos”

      Ora… É vergonhoso que um Ser humano supostamente a mais inteligente das espécies seja tão e odiosamente cruel e egoísta com as outras espécies, tudo para servir ao próprio ego e dependência emocional.

      Por essas que a raça huma deveria ser toda ela exterminada…

      Toda vez que a NASA avisa da passagem de um meteoro próximo da Terra torço para que entre em rota e acerte em cheio esse planetinha.

      O ruim disso é (praticamente) todos os outros animais teriam o mesmo destino.
      Então resta torcer para os vírus… Que surja um que seja bem seletivo então.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui