Vereador quer que ônibus parem fora do ponto após às 22h

No projeto do vereador Gabriel Monteiro, também prevê que os transportes coletivos parem fora do ponto a qualquer hora para idosos e deficientes

Foto: Renan Olaz/CMRJ

O vereador Gabriel Monteiro (PSD) apresentou o Projeto de Lei Nº 45/2021 e, ao contrário do que esperaríamos de sua campanha e seus tuítes, trata de transporte público. O projeto obriga aos transportes públicos do Rio de Janeiro a pararem fora do ponto a qualquer hora para os deficientes físicos e idosos, e após às 22 horas para qualquer cidadão.

Em sua Justificativa, o vereador alega:

  • que as questões de acessibilidade de nossa cidade estão aquém do ideal em diversos pontos da cidade;
  •  falta de adaptação às necessidades de deficientes e idosos é um óbice para estas pessoas nos deslocamentos mais rotineiros;
  • que buracos e poças d’água se formam em frente aos pontos de ônibus, e que lixo e outros objetos atrapalham o acesso do cidadão;
  • que a Segurança Pública permanece deficitária, principalmente nas regiões mais periféricas.

Para Monteiro, “não é possível tratar com normalidade o fato de que um idoso ou um cadeirante seja obrigado a se deslocar por um trecho alagado, pelo fato de que o motorista de ônibus não pode parar fora de ponto. Ou ainda aceitar que o cidadão caminhe centenas de metros por uma rua sem iluminação ou policiamento. Neste sentido, cabe ao poder público flexibilizar o embarque e desembarque dos passageiros nos transportes coletivos, a fim de garantir maior segurança ao contribuinte“.

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. É até valido, mas fica muito fácil. Ele deveria cobrar justamente o que ele alega: segurança, iluminação, manutenção da cidade, porque se não vira bagunça.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui