BRT Transoeste foi inaugurado em 2012 - Foto: Reprodução/Internet

O vereador Rocal (PTB) tem um projeto de lei que promete ser polêmico, ele quer a instalação de cabines de isolamento para os motoristas nos corredores do BRT. Para Rocal, motoristas de ônibus são constantemente agredidos verbal e fisicamente pelos usuários devido aos problemas que o sistema de transporte público enfrenta. O que, convenhamos, não é culpa do motoristas, mas é quem sofre com os xingamentos.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

De acordo com a proposição, as cessionárias responsáveis pelo transporte público e pelo BRT terão o prazo de 12 meses para instalar as cabines. O descumprimento da medida acarretará em multa de valor entre R$ 5 mil e R$ 50 mil. Se observada reincidência, o veículo será rebocado e levado para o depósito da Prefeitura.

Segundo o parlamentar, “através das cabines, os motoristas – que têm a responsabilidade de dar segurança a todos dentro do coletivo – poderão ver toda movimentação do coletivo sem serem incomodados, além de poderem acionar as autoridades competentes em caso de necessidade“.

Bem, mas que vai parecer estranho, vai…

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui