Foto: Reprodução

A Frente Parlamentar em Defesa do Hospital Estadual Eduardo Rabello (HEER) se reuniu nesta segunda-feira (7), com o secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, para cobrar a reabertura da unidade hospitalar, localizada no bairro de Campo Grande, Zona Oeste do Rio. Referência em atendimento geriátrico, o hospital que faz parte do complexo do Instituto de Assistência dos Servidores (IASERJ), foi fechado para a realização de obras estruturais em março deste ano.

Após visitar o local em maio, os vereadores decidiram convidar para o debate público o secretário Alexandre Chieppe, que se comprometeu a reabrir a unidade hospitalar, de forma gradativa, o mais breve possível, se as questões estruturais mais graves estiverem sanadas. Entre os problemas apontados, o gestor mencionou a interdição da central de material e esterilização do hospital. De acordo com o secretário Chieppe, uma inspeção da Vigilância Sanitária deverá ser feita na próxima semana.

No momento, o ambulatório de especialidades da unidade para o atendimento da população já está em funcionamento. No entanto, ao ser questionado pelo vereador Paulo Pinheiro (PSOL) sobre as funcionalidades do hospital, Chieppe afirmou que a secretaria não pretende mudar o perfil do HEER.

“Ele continuará tendo o perfil de baixa complexidade, pois não tem estrutura física para ser um hospital de porta aberta e nem tem como se adequar às normas sanitárias”, explicou o secretário.

O debate público foi presidido pelo vereador Rocal (PSD), que ressaltou a importância do HEER para a população da Zona Oeste.

“Todos ficaram surpresos com o fechamento do hospital, que é referência para os idosos”, disse o vereador.

Após a visita às obras, o parlamentar acredita que falta pouco para a reabertura de pelo menos 50% da capacidade do HEER. Já os vereadores William Siri (PSOL) e Felipe Michel (Progressistas) lembraram que a unidade hospitalar atende não somente os cariocas da Zona Oeste, mas também os moradores da Baixada Fluminense, como Nova Iguaçu e Itaguaí.

Participaram também do debate público os vereadores Zico (Republicanos), Welington Dias (PDT), Dr. Rogério Amorim (PSL) e Teresa Bergher (Cidadania). 

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui