Será discutido pelos vereadores da cidade do Rio de Janeiro, na tarde desta quarta-feira, 04/12, um pedido de empréstimo feito pelo prefeito Marcelo Crivella à Câmara do Rio.

O prefeito quer que o legislativo libere R$ 70 milhões do fundo da Câmara dos Vereadores.

Corre nos corredores do palácio Pedro Ernesto que o prefeito jurou sobre a Bíblia que devolveria o dinheiro em fevereiro.

Todavia, os vereadores estão receosos de fazer o empréstimo e acabar prejudicando a própria Casa. Circulam informações de que a Prefeirura não repassaria à Câmara, esse mês, o duodécimo. Sem estes recursos, a casa teria que recorrer ao dinheiro do fundo para honrar salários e outras obrigações.

Os vereadores lembram, ainda, que Crivella tem apresentado ou se posicionado favorável às propostas que aumentariam as despesas do executivo, como a transformação de funcionários celetistas da comlurb em estatutários e o armamento da guarda municipal. O que pode mostrar que não estaria faltando dinheiro.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui