Andréa Firmo

Como Marcelo Crivella (Republicanos) não conseguiu o tão sonhado vice do PSL, que resolveu nadar sozinho com o deputado federal Luiz Lima, decidiram por uma chapa puro-sangue, mas verde oliva. A escolhida para ser vice do Crivella, de acordo com a colunista Berenice Seara do jornal Extra, é a tenente-coronel Andréa Firmo, primeira mulher do Exército a comandar uma base militar em missão da Organização das Nações Unidas (ONU), na África. Firmo foi observadora militar no Referendo do Saara Ocidental, entre abril de 2018 e abril de 2019.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Militar da ativa, ela não é filiada a nenhum partido, contudo, devido a nossa legislação eleitoral ela tem até quarta-feira para decidir por um e participar das eleições.

Com uma vice do exército, e aparentando grande qualidade, Crivella insiste no aceno aos bolsonaristas cariocas. Católica, nascida no bairro do Jabour, e mãe de 3 de filhos, que moram em vila militar, em Deodoro. Ela está há 24 anos no Exército e antes foi professora na rede municipal de ensino.

O vice de Crivella em 2016, Fernando Mac Dowell, faleceu em janeiro de 2018.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui