Implosão da Perimetral

Quem acompanha o DRJ sabe que eu era contra a implosão da Perimetral, a melhora que virá do trânsito não compensa os dois anos terríveis que teremos, o gasto que será realizado, além de jogar completamente fora uma obra que custou muito ao país e tem pouco mais de 30 anos e demorou mais de 10 anos para ser completa. Assista ao vídeo sobre sua inauguração:

Mas agora Inês é morta e a Perimetral já foi implodida e, realmente, valorizará a Zona Portuária. Então vamos assistir a alguns vídeos da implosão, a grande maioria feita pela Globo.

Momento da Implosão da Perimetral

Implosão da Perimetral em Câmara Lenta

Vídeo amador da implosão da Perimetral

Curiosidades sobre a implosão da Perimetral

Área de Detonação

Conheça alguns dados sobre a implosão da Perimetral:

  • Foi demolido o trecho entre a Avenida Professor Pereira Reis e a Rua Silvino Montenegro
  • O trecho tinha 1.050 metros, a Perimetral possui 4.790 metros
  • Aconteceu às 7h e a durou 5 segundos
  • A explosão foi em cadeia com 15 milésimos de segundo de tempo entre um pilar e outro
  • Foram usados 1.200 quilos de explosivos
  • Foram demolidos 29 vãos e 232 vigas que, somados, pesavam 5.104 toneladas.
  • Cada um dos pilares tiveram uma implosão independente
  • Contou com 500 profissionais
  • 130 moradores da região tiveram de sair de suas casas por questão de segurança
  • Eles estavam em um raio de 150 metros da área da implosão
  • Foram instalados 215.340 m² de tela de proteção para impedir o lançamento de fragmentos
  • Foram utilizados 2.512 conjuntos de pneus com areia e 2.240 estacas em tambores para amortecer o impacto da queda da estrutura e triturar o concreto.
  • O material de concreto será removido e reciclado para uso nas obras de pavimentação das ruas da região.
  • A limpeza da área durará cerca de 90 dias
  • O responsável técnico pela detonação foi Giordano Bruno Pinto, da empresa Fábio Bruno Construções
  • A empresa fez 3 meses de simulações
  • Foram instalados 12 sismógrafos para monitorar efeitos da detonação sobre as edificações
  • 50 câmeras que permitiram a avaliação dos impactos e acompanhamento de toda a área

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui