A Vila Panamericana, está situada na Av. Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, em um terreno de 420 mil m² na Barra da Tijuca,. O projeto segue padrões estabelecidos pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) e atende a todas as exigências da Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa), que promove o evento. O complexo terá 17 edifícios, totalizando 1.480 apartamentos de um a quatro quartos.

As construções oferecerão aos esportistas, piscina, ciclovia, pista para cooper e corrida, quadras poliesportivas, sauna, fitness center e salas com computadores para acesso à internet, além de serviços permanentes de assistência médica. A Vila Pan-Americana está localizada dentro de um raio de 10 km, onde serão realizadas mais de 60% das provas e onde também estarão o Centro de Imprensa Principal (MPC) e o Centro Internacional de Transmissões (IBC).

vila-panamericana.jpg

Para a construção da Vila Panamericana, a Prefeitura investiu R$ 100 milhões em direito de construção (explicado mais abaixo) e R$ 40 milhões em obras de infra-estrutura (criação de uma rótula viária eliminando o cruzamento da avenida Ayrton Senna e Abelardo Bueno, o arruamento interno da Vila, que se transformará na avenida Bussunda após asfaltamento, econtenção das margens do rio Arroio Fundo).

Enquanto o Governo Federal, através da CAIXA financiou (como de costume, a CAIXA investe em qualquer imóvel, já que é uma das formas do banco lucrar), R$ 189 milhões, que foram retirados do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

O que é o direito de construção ?
No local, o gabarito era de apenas 2 andares. A Prefeitura encaminhou proposta à Câmara para que o gabarito aumentasse para 10 andares. Com isso, agregou 8 pisos,ou seja, agregou um valor ao terreno que possibilitou o interesse da iniciativa privada e a construção da Vila, pela Agenco, que investiu R$250 milhões. Desta maneira, multiplicou por 5 o valor construído na área. Só o chamado “solo criado” já equivaleria aos R$140 milhões.

Este é um dos benefícios que o Pan do Rio deixará para a cidade, já que todas suas unidades foram vendidas em um único dia, e servirão de residência para muitos cariocas.

Quintino Gomes Freire

Diretor-Executivo do Diário do RIo e defensor do Carioca Way of Life

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui