Florinda Barbosa, a viúva de Chacrinha (1917-1988), morreu no início da tarde desta sexta-feira, 16/10, em sua casa, na Barra da Tijuca. Neste sábado, a companheira do apresentador Abelardo Barbosa faria 100 anos.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Florinda deixa o único filho vivo, Leleco Barbosa, que está escrevendo a biografia da mãe.

Florinda e Chacrinha tiveram três filhos, José Renato Barbosa e Jorge Aberlardo Barbosa, ambos falecidos.

No início do mês passado, Jorge morreu, aos 72 anos, vítima da Covid-19. Dona Florinda não chegou a saber do falecimento do filho, pois poderia não aguentar a notícia.

4 COMENTÁRIOS

  1. Lindos ótima biografia, deixou justamente o Leleco pra falar para os mais jovens a alegria do velho guerreiro na tv brasileira em época de repressão..colocava aquela nudez, em tempos difíceis q a moralidade ia além,

    • Prezado Rogério, o Chacrinha realmente era único, assim como o Chico Anísio é insubstituível, enchia o Brasil de alegria numa época em que o politicamente correto não oprimia os comunicadores, foi a época do topless, da nudez na Sapucaí, das pornochanchadas engraçadíssimas, eu vivi esta época bem feliz, e ele de forma bem inteligente soube aproveitar, hoje em dia infelizmente ele seria acusado de inúmeros rótulos por pessoas totalmente desprovidas de talento, e que ocupam suas vidas na patrulha do politicamente correto.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui