Com o aumento da oferta aérea, a Colômbia aposta no aumento do fluxo de brasileiros para o destino. No último dia 2 de setembro, a Avianca retomou as suas operações para o Rio de Janeiro com três frequências semanais para Bogotá. Além disso, a companhia opera, desde julho, a rota São Paulo-Bogotá diariamente.

O Brasil é um dos maiores mercados emissores para a Colômbia, com praticamente 8 milhões de visitantes em 2019, antes da pandemia. Em 2020 o número total foi de pouco mais de 2 milhões. No entanto, após uma baixa entre fevereiro e maio por conta da segunda onda da Covid-19, os números voltaram a crescer em junho, mostrando uma tendência de retomada.

O Brasil é um dos principais mercados que impulsionam o turismo da Colômbia, e por isso comemoramos a reativação da rota Rio de Janeiro – Bogotá. Esta conexão nos permite gerar uma maior capacidade na oferta de voos para os passageiros do Brasil ao nosso país”, disse Flavia Santoro, presidente da ProColômbia.

Além disso, a Avianca é uma parceira importante neste processo de reativação e por isso com esta frequência, que se soma às existentes que se tem com São Paulo, nos dá a oportunidade novamente de mostrar aos brasileiros as experiências únicas que existem nas nossas seis regiões turísticas”, complementou.

Com o voo do Rio de Janeiro, a Colômbia passa a ter 13 ligações semanais com o Brasil. Além deste novo voo, a Avianca voa da capital colombiana para São Paulo 7 vezes por semana. A outra companhia que liga os dois países é a Latam, com 3 voos por semana entre Bogotá e São Paulo.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui