Táxi circulando na Zona Sul do Rio - Reprodução: Internet

Por mais que eles estejam presentes pela cidade, sempre acontece de alguém precisar de um táxi em um momento de urgência, e nada desse salvador urbano aparecer. Dados coletados pela Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), em 2018, revelaram que o município do Rio contava com 33 mil taxistas trabalhando na cidade. Há quem diga que é muito, para quem precisa e não encontra um táxi disponível, é pouco.

Os problemas com o frota de amarelinhos na cidade estão caminhando para uma resolução, pois a SMTR deu início à revisão dos entraves burocráticos que impediam muitos taxistas de exercerem seu trabalho. Com isso, os processos de transferência de autorizações ou autonomias, que estavam parados desde agosto de 2020, tiverem andamento.

No mês de janeiro, foram 134 autonomias, que estavam com as suas exigências rigorosamente cumpridas, deferidas pela SMTR. Na última esta sexta-feira (29/01), 51 solicitações foram atendidas pelo órgão municipal.

A Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) desenvolve ainda um estudo técnico para a elaboração de novos prazos de licenciamento aos taxistas que dão entrada em processos de transferência de autonomias. A medida visa dar mais dinamismo ao setor, além de evitar que os profissionais fiquem muito tempo aguardando sua licença, sem poder trabalhar.

10 COMENTÁRIOS

  1. Os carros de aplicativos estao cada vez mais acabados, com tarifas ridiculas eles nao conseguem manter o carro em bom estado, essa pirâmide está desmoronando dia após dia, estao comprando amarelinhos rodados que taxista nao quer mais e colocando pra rodar, carros sem manutenção e sem seguro, até a faixa colocam uma fita para tampar, uma bagunça, nao dou até o fim do ano pra essa farra acabar de vez, os passageiros estao reclamando da demora, de cancelamento em corridas pequenas etc…tenho medo de que um carro de aplicativo bata no meu carro pois sei que nao vao ter dinheiro nem pra pagar meu nha franquia, pois ja aconteceu e o cara ainda queria que eu assumisse a culpa pra pagar o carro dele e o reboque. Era só o que me faltava.

  2. Acabaram com os taxistas, esse Uber foi a morte de profissionais que pagam muito para rodar,eles nada pagam,qualquer um acha que e motorista,colocando em risco a vida de passageiros que querem economizar,se no táxi ocorrer um acidente, o passageiro tem seguro e no Uber?? Vai sair caro a economia

  3. Quero ver a fiscalização e diminuição doa carros particulares de aplicativos, os táxis e aplicativos TEM QUE TER O MESMO NÚMERO DE CARROS TRABALHANDO NAS RUAS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui