Wilson Witzel, governador do RJ - Foto: José Cruz/Agência Brasil

Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro, afirmou na tarde desta quinta-feira (11/06) que orientou os deputados do próprio partido a votarem a favor da abertura do processo de impeachment, com 69 votos favoráveis e nenhum contrário.

“Eu orientei o meu partido a votar sim, porque os fatos descritos pelos deputados da oposição, em tese, podem caracterizar crime de responsabilidade”, disse Wiztel.

Em entrevista ao vivo ao RJ1, o governador justificou que a denúncia apresentada pelos deputados de oposição que deram entrada no pedido de impeachment apontam para a ocorrência de crime de responsabilidade. Todavia, ele afirmou que não há provas e, portanto, o processo levará ao seu impedimento ao cargo.

“Agora, nós só vamos saber evidentemente, para ficar claro para a população, que não são verdadeiros os fatos após a comissão me dar amplo direito de defesa. Aí sim, o meu partido, olhando com transparência as provas que, evidentemente não existem, porque eu não pratiquei nenhum ato ilícito, nós teremos uma solução favorável“, disse.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui