Cassio Rodrigues Barreiros - Thiago Lontra/Alerj

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, exonerou o assessor especial da Casa Civil Cássio Rodrigues. A decisão foi publicada em edição extraordinária do Diário Oficial do RJ desta quarta-feira (24/06).

Segundo informou o G1, houve pressão por parte de deputados a pessoas ligadas ao governo para que decisão fosse tomada . Eles dizem que Cássio Rodrigues tinha ligações com o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais Lucas Tristão, na suposta produção de dossiês contra os deputados. Os parlamentares estariam de olho em em pessoas ligadas ao Lucas Tristão no governo.

Lucas Tristão foi exonerado no dia 3 de junho. Ele era apontado como um dos principais desafetos da Alerj. Sua demissão foi vista como uma tentativa de evitar a abertura do processo de impeachment de Witzel. Mesmo assim, o processo foi aberto no dia 10 de junho.

Em 27 de maio, o governador exonerou os secretários da Casa Civil, André Luís Dantas Ferreira e o secretário de Fazenda Luiz Cláudio Rodrigues de Carvalho.


Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui