Foto: Divulgação

O que é necessário para coroar um campeão mundial? Berço da modalidade, o Rio de Janeiro serviu como palco para o fechamento da primeira temporada da Liga Mundial de Futevôlei. A etapa final reuniu as melhores equipes internacionais da atualidade e, pela primeira vez, consagrou um time como campeão mundial da temporada. No masculino, Vinicius e Paraná garantiram o título, enquanto no feminino, Natalia Guitler assumiu a coroa de Rainha da Praia. O lançamento do episódio é nesta quinta-feira (15/10), no canal do YouTube



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

No total, sete diferentes nacionalidades se encontram na etapa que acontece no Rio de Janeiro. Entre os participantes no masculino: os brasileiros Vinícius e Paraná; os paraguaios, Esteban e Chorei; os israelenses, Ron e Maor; os espanhóis Juan e Facundo; os portugueses Beto e Filipe; os Argentinos, Tadeo e Juan; os alemães, Jacob e Lukas; e por último, a segunda equipe brasileira, representada pelos novatos Felipe e Renan.  

Além da disputa internacional no masculino, a etapa marcou a revanche entre as rivais, Natalia/Bianca (RJ), contra Josy/Lana (DF), reeditando um dos duelos mais emblemáticos da temporada, que, em Brasília, terminou com a vitória das cariocas no terceiro set. As estrelas do futebol, Pedrinho (ex-Vasco) e Gabriel (ex-Fluminense) também marcaram presença no duelo Rio x São Paulo.  

A série WF Stars oferece aos fãs do esporte a oportunidade de conhecer tudo o que aconteceu durante a Liga Mundial. Uma temporada que apresentou o futevôlei a mais de 3 milhões de espectadores em transmissões de jogos ao vivo e atraiu grandes marcas como MIKASA, ATHLETA, REDE ACCOR, AMBEV e parceiros locais nas cidades-sede.   

Para Luiz Gomes, fundador da World Footvolley, o sucesso do esporte vai muito além do que acontece dentro de quadra.

“Trabalhamos incansavelmente para apresentar o futevôlei através de histórias e personagens que cativam novas pessoas a se encantarem pelo esporte. Além do natural interesse pela prática, fãs querem acompanhar a trajetória e experiência de seus ídolos de uma forma inspiradora e consistente.”   

WF Stars apresenta cada aspecto da preparação, experiência e disputa nas etapas responsáveis pela criação do primeiro ranking mundial na modalidade. A proposta tem como objetivo apresentar, além do jogo, toda a cultura em torno do esporte e seus principais personagens. Assim como Pipeline, se tornou a capital mundial do surfe, o Rio de Janeiro representa a origem e a maior conquista a um campeão mundial de futevôlei.  

A World Footvolley é uma organização privada criada com o objetivo de estruturar e promover o Futevôlei e gerar valor comercial aos produtos e serviços ligados à modalidade a nível nacional e internacional. Ela visa tornar-se referência na gestão do ecossistema do esporte, colaborando para posicionar o Futevôlei como uma modalidade de relevância no cenário esportivo internacional.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui