Imagem meramente ilustrativa da estátua da escritora Clarice Lispector, que apesar de ucraniana, viveu boa parte de sua vida no Rio de Janeiro

Neste dia 23/04 também se comemora o dia mundial do livro. Para esta data querida, o DIÁRIO DO RIO mostra uma lista com 6 autoras do Rio de Janeiro que valem a leitura. Tem para todos os gostos e gêneros literários.

MARIA FLOR

Maria Flor é atriz, roteirista, diretora e agora escritora. Autora da obra “Já não me sinto só”, a carioca anuncia já de cara que se trata de uma obra de ficção e que qualquer semelhança com nomes, pessoas ou situações da vida real terá sido mera coincidência. A começar pelo nome da protagonista, Maria, e por sua profissão, atriz, o romance publicado pela Editora Planeta pode ser fácil ou, quem sabe, intencionalmente confundido com uma autobiografia. Mas não é.

(Livro: Já não me sinto só | Editora Planeta | 192 páginas | R$41,90 | Onde encontrar:  Livraria da Travessa)

THAMIRES HAUCH

Entre textos e vídeos compartilhados com mais de 1 milhão de pessoas em suas redes sociais, Thamires abordatemas como amor-próprio, relacionamento e empoderamento feminino. Agora, em “Faça o amor ser fácil”, a carioca decide levar palavras de coragem também por meio da literatura. Publicada pela Editora Opala, a obra surge como resposta à necessidade das mulheres aprenderem a se relacionar melhor, consigo e com o outro.

(Livro: Faça o amor ser fácil | Editora Opala | 128 páginas | R$ 29,90 | Onde encontrar: Livraria da Travessa | Martins Fontes Paulista)

LUIZA PERIN

Fundadora do Projeto Vou de Canoa, programa socioambiental com missão de disseminar educação, esporte e cultura de forma integrada, Luiza Perin levou para a obra “Vou de Canoa” sua experiência, conhecimento e pesquisa sobre a cultura polinésia. A carioca é a primeira presidente da Associação Niteroiense de Va’a e acredita que o conhecimento cultural associado à prática esportiva pode gerar enorme ganho para o fortalecimento do esporte no país.

(Livro: Vou de Canoa | Editora Edite | 274 páginas | R$43,90 | Onde comprar: Amazon)

LUCILENE MANHÃES

Formada em Administração de empresas, a carioca encontrou na literatura sua maior realização pessoal. Lucilene começou a escrever poesias aos nove anos, como uma forma de expressar meus sentimentos, mas muito tempo depois, após perder a mãe, decidiu escrever seu primeiro livro para homenageá-la. Nunca foi Sonho é o último lançamento da escritora, sua estreia no gênero ficção.

(Livro: Nunca foi Sonho | Editora Chiado Books | 178 páginas | R$33,00 | Onde encontrar: Amazon)

BEATRIZ BREVES

A psicóloga, psicanalista e psicoterapeuta Beatriz Breves tem uma proposta clara: resgatar “o sentir” e demonstrar a importância deste processo para as pessoas. Parte de um trabalho de pesquisa da carioca, que se estende por mais de 35 anos,é apresentado no livro O Eu Sensível. De forma prática, sugere que o leitor expresse diferentes sentimentos de A a Z, como aconchego, desencanto, melancolia e rancor.

(Livro: O Eu Sensível | Editora Mauad X | 92 páginas | R$ 39,90 | Onde comprar:Amazon)

VALÉRIA VEIGA

Valéria Veiga mora nos Estados Unidos há cinco anos e tem conquistado os leitores do mundo todo com seus livros eróticos: “Casa Comigo?” e “Doce Perigo” – que já contam com mais de 2 milhões de leituras online. Em seu novo lançamento, “A História de Mabelle”, a autora resgata um momento sombrio do mundo, ao revisitar o fim da Idade Média. Ambientada na França, a obra traz relatos de como a jovem Mabelle foi perseguida e morta pela Inquisição, acusada de bruxaria.

(Livro: A História de Mabelle | Lil Owl Editorial | 302 páginas | R$39,90 | Onde encontrar: Uiclap).

1 COMENTÁRIO

  1. Essa boca de caçapa perdeu o jabaculê governamental,tá na merda!!!Imagina se essa capivara tem condições de escrever algo q preste?
    Kkkkkkkk só um boçal do quilate dela pra comprar….
    O erótico deve ser mil vezes mais profundo!!!Kkkkkkk

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui