Galeão tem tarifas aeroportuárias reajustadas

Reajuste atingiu taxas de embarque de voos nacionais e internacionais. Aeroporto de Confins, em MG, também sofreu reajuste

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Reprodução

Conforme estabelecido no contrato de concessão, as tarifas de embarque de voos nacionais e estrangeiros, além das tarifas de armazenagem e capatazia de cargas do Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim (Galeão), localizado na Zona Norte do Rio de Janeiro, sofreram reajustes de 4,38% e 3,69%, respectivamente. A medida foi publicada no Diário Oficial da União do dia 13 de maio e começam a ser praticados 30 dias após divulgação pela concessionária.

A tarifa para voos domésticos paga pelos passageiros na compra das passagens, passa de R$ 30,76 para R$ 32,10. A de embarque internacional passará de R$ 54,47 para R$ 56,85. Os reajustes têm como objetivo preservar o equilíbrio econômico-financeiro do terminal carioca.

No Aeroporto Internacional Belo Horizonte (Confins), em Minas Gerais, o reajuste na taxa de voos domésticos foi de 4,23%, passando de R$ 30,40 para R$ 31,69; com a taxa para viagens internacionais passando de R$ 53,84 para R$ 56,12. As tarifas de armazenagem e capatazia de cargas – movimentação de cargas e mercadorias nas instalações aeroportuárias – sofreram o mesmo reajuste do terminal da Zona Norte do Rio: 3,69%. 

De acordo com a Agência Brasil, os reajustes tiveram como base a inflação acumulada entre abril de 2023 e 2024, medida pela variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), verificada no período analisado.

Advertisement

Com informações da Agência Brasil.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Galeão tem tarifas aeroportuárias reajustadas
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui