Governo do RJ autoriza contratação de professores para suprir carências em escolas indígenas

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Imagem meramente ilustrativa de indígenas em escola no RJ - Foto: Divulgação

O Governo do Rio de Janeiro autorizou a contratação de até 40 professores para suprir carências nas unidades escolares estaduais localizadas em aldeias indígenas, conforme denunciado pelo DIÁRIO DO RIO nesta quinta-feira (06/06).

A medida já consta em Diário Oficial. Os contratos serão feitos por período de tempo determinado, estritamente necessário ao atendimento dos anos letivos de 2024 e 2025.

”Os novos educadores farão toda diferença na nossa missão de compartilhar conhecimento, respeitando as individualidades de cada povo e estimulando a compreensão de diferentes realidades”, disse o governador Cláudio Castro.

De acordo com a secretária de Estado de Educação, Roberta Barreto, a iniciativa segue o propósito de oferecer ensino de qualidade na rede e de melhoria de condições de trabalho para os professores.

Advertisement

”Sou professora e sei a importância de termos esses profissionais nas escolas. O trabalho não para por aqui. A gente sabe que será uma longa jornada, mas esse é o legado que queremos deixar”, ressaltou Roberta.

O decreto prevê a contratação de até 20 professores para atuação nos anos iniciais do ensino fundamental e outros 20 profissionais para os anos finais dos ensinos fundamental e médio, atendendo as necessidades e cargas horárias determinadas na publicação.

De acordo com o Governo do RJ, a Secretaria de Estado de Educação já está realizando todos os trâmites para que, o quanto antes, seja publicado o edital do processo seletivo simplificado (PSS) e o mesmo seja iniciado.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Governo do RJ autoriza contratação de professores para suprir carências em escolas indígenas
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui