Por André Delacerda.

09_MVB_rio_onibus2 Na era dos transportes de massa – trem e metrô, este último que já existe a mais de um século em cidades como Moscou e New York. Sem falar no centenário trem, que é um meio de transporte não só utilizado para locomoção entre cidades, mas em áreas urbanas com grande eficiência.

O Diário do Rio vem contar mais uma história carioca e comemorar o aniversário de 100 anos do primeiro ônibus a circular no Rio. Já que o transporte coletivo é responsável hoje pelo transporte de mais de milhões de pessoas todos os dias na Capital Carioca.

No Rio tem ônibus de todo tipo, para todos os gostos e bolsos. Eu particularmente gosto dos veículos com ar condicionado. Mas fica aqui uma reclamação. Motorista tem que saber dosar o ar condicionado, se não ao invés ser um coletivo, vira uma câmara frigorífica.

Deixando as brincadeiras de lado, o que vale contar aqui neste post, é que nesta segunda-feira, completam-se 100 anos da primeira linha de ônibus na cidade do Rio. O veículo de motor Dailer, de fabricação alemã e carroceria francesa Guy, por isso o veículo se chamava Dailer Guy. Foi o primeiro coletivo movido a combustível do Brasil, e começou a circular no ano de 1908.

A primeira linha regular da cidade era entre a Praça Mauá e o Passeio Público, foi criada pelo empresário Otávio da Rocha Miranda. Será que o nome do bairro de Rocha Miranda é em homenagem a ele? Com certeza.

Uma curiosidade que descobrir sobre Rocha Miranda foi que o pai do mesmo era dono da construtora que fez a Avenida Beira Mar.

Voltando a história do primeiro ônibus na cidade do Rio. Sabe-se que a primeira viagem do veículo se deu entre a Praça Mauá e a Praia Vermelha, e o seu lançamento se deu em alusão das comemorações dos 100 anos da abertura dos Portos por D. João VI. A prefeitura na época concedeu uma licença provisória para circulação do veículo que levava poucos passageiros.

Outra informação é que a primeira empresa carioca de ônibus só viria a ser oficializada em 1911 e foi a Auto-Avenida.

Mas fica aqui o parabéns ao pioneirismo do senhor Otávio da Rocha Miranda e seu pequeno ônibus que entrou para a história dos transportes na cidade do Rio.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui