Mais de 24h após temporal, BR-040 continua alagada; trens seguem com reflexos da chuva

Às 8h15 desta segunda-feira, a lentidão atingia a altura de Santa Cruz da Serra, já próximo a descida da Serra de Petrópolis

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Após o temporal que atingiu a Região Metropolitana do Rio no último sábado (13/01), resultando em 11 mortos e pelo menos uma mulher desaparecida, os transportes na cidade foram afetados. O MetrôRio informou que o sistema opera normalmente desde as 5h desta segunda-feira (15/01). No domingo, a estação de Acari, na Zona Norte, foi impactada, com os trilhos submersos, mas serviços de limpeza e desobstrução foram concluídos durante a noite.

A Supervia informa que a estação de Oswaldo Cruz, na Zona Norte, afetada por alagamentos, foi reaberta na tarde de domingo. Entretanto, os trens do ramal de Japeri até a Central do Brasil não fazem paradas nas estações de Marechal Hermes e Prefeito Bento Ribeiro, com a recomendação aos passageiros de buscarem outras opções de transporte. Nos ramais Saracuruna e Belford Roxo, o roubo de cabos afetou as operações, com a estação Corte Oito, que ficou fechada para embarque e desembarque no ramal Saracuruna, nas primeiras horas da manhã. O ramal Belford Roxo opera com acréscimo de uma hora, exigindo a troca de composição na estação Mercadão de Madureira.

Alagamentos na BR-040

Na BR-040, mais de 24 horas após o temporal, a Concer, concessionária que administra a rodovia, não desbloqueou parte da Rodovia Washington Luís na altura da Reduc, em Duque de Caxias, gerando um grande trecho de engarrafamento de no sentido Rio. Às 8h15 desta segunda-feira, a lentidão atingia a altura de Santa Cruz da Serra, já próximo a descida da Serra de Petrópolis. Motoristas relatam ter ficado mais de 10 horas no trânsito no domingo. Agentes improvisaram uma pista reversível na pista central sentido Juiz de Fora, com muretas quebradas para permitir o retorno de alguns veículos.

Motoristas realizaram um protesto bloqueando a pista. Embora a reversível tenha sido liberada por volta das 17h, o engarrafamento persistia na região, com alguns motoristas permanecendo totalmente parados após a improvisação da pista reversível.

Advertisement

A Concer recomenda que veículos de carga que seguem em direção ao Rio utilizem o Arco Metropolitano e a Via Dutra como caminho alternativo.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Mais de 24h após temporal, BR-040 continua alagada; trens seguem com reflexos da chuva
Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Alagamento na pista, porque está num nível baixo em relação ao nível da cheia máxima do rio.
    Sendo a pista da 040, mais alta não alagaria.
    Falta projeto, somente estão fazendo manutenção e aumentando o preço do pedágio.
    A obra do túnel parada há uma década é outro problema que está esquecido peças autoridades.

  2. Não dá para entender. Conheço pessoas que moram em Caxias, bem próximo da Washington Luiz e próximo da região onde foi o alagamento que bloqueou a pista da rodovia. Segundo essas pessoas, a chuva pesada em Caxias foi no sábado. No domingo, houve pouca chuva. No entanto, não houve escoamento da água. Como pessoas ficaram retidas por mais de 12 horas sem que a concessionária tomasse qualquer providência? Não dá para entender, mesmo.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui