80% dos embarques realizados em setembro para a cidade do Rio de Janeiro foram para o Rock in Rio, aponta DeÔnibus

Levantamento feito pela plataforma revellou também que houve um aumento na procura por passagens dentro do Rio de Janeiro

Palco Sunset do Rock in Rio - Foto: Olivetti

O Rock in Rio chegou ao fim, mas o saldo desse festival foi positivo não só para quem foi curtir o evento. A DeÔnibus, marketplace de vendas de passagens rodoviárias monitorou a movimentação nas vendas desde o início de agosto, fazendo uma comparação entre as passagens já compradas para o período do RiR (2,3,4,8,9,10 e 11/09/22) com as duas últimas semanas de agosto (19,20,21,25,26,27 e 28/08), foi constatado um aumento de 240% de passagens compradas para o período do RiR.

Na semana do evento, de 01 a 11/09, 80% das passagens com embarque para a cidade do Rio de Janeiro são para os dias do Rock in Rio. No final de agosto, os três estados com mais passagens compradas para o Rio de Janeiro foram São Paulo com 70%, Rio de Janeiro com 20% e Minas Gerais com 10%. Já com o festival em andamento, esse número mudou para São Paulo, 48%, Rio de Janeiro 40% e Minas Gerais com 10%.

Luana Filomeno, Head de Comunicação e Marketing da DeÔnibus, avalia o impacto de um evento do porte do Rock in Rio para o transporte rodoviário. “Sem dúvidas, um festival do porte do Rock in Rio movimenta bastante o transporte rodoviário. São pessoas se deslocando de todos os cantos do Brasil para acompanhar o evento, e temos visto uma movimentação positiva e até uma mudança de comportamento do usuário. Normalmente, quem utiliza o transporte rodoviário deixa para comprar a passagem em cima da hora, mas no Rock in Rio vimos uma antecipação desde o começo de agosto. Não podemos esquecer que com o preço das passagens de avião nas alturas, compensa muito mais viajar de ônibus, que te dá mais conforto e economia”. 

A plataforma também observa um padrão no comportamento do consumidor, para viagens comuns que são feitas no dia a dia, as passagens são compradas sem antecedência, dependendo do trajeto, até no mesmo dia, poucas horas antes do embarque. Entretanto, para grandes eventos como um festival de música, as passagens são compradas com certa antecedência.

“O público da DeÔnibus compra suas passagens, em sua maioria, mais próximo da viagem. Podemos observar isso comparando com outros períodos. Mas para os dias que acontecem um evento como o RiR notamos um alto número de passagens compradas com antecedência. E durante o evento, também observamos um crescimento considerável, provavelmente de pessoas que foram para um dia específico e precisavam voltar para sua cidade de origem”, pondera Luana.

Expectativa para o final do ano

Em julho, que é um mês de férias escolares, período que, naturalmente, aumenta a movimentação nas estradas. A DeÔnibus também registrou um crescimento nas vendas, especialmente para destinos de inverno, como as cidades Porto Alegre com 392% e Curitiba com 108%.

“Com o aumento das vendas nos últimos meses, estamos bastante otimistas com o fim do ano. Além do crescimento acelerado nas vendas online que o setor vem atravessando em 2022 teremos também o período de festas, férias, eleições e Copa do Mundo”, finaliza Breno Moraes.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui