A drogaria retrô do centro do Rio de Janeiro

Existe no centro do Rio uma farmácia que vende uma pílula que faz voltar no tempo. Não estou brincando. Na verdade, estou sim, mas somente na parte da pílula. A viagem ao passado é real.

A loja da Pacheco, que fica especificamente no cruzamento da Rua dos Andradas com a Buenos Aires, e foi reaberta com uma decoração retrô no início deste ano, vale a visita – mesmo que não seja para comprar nada.

“Em dezembro 2017, a Pacheco estava reformulando lojas no Rio e chegou a vez dessa, que era a primeira da cidade, aberta em 1892. Então, eles tiveram a ideia de fazer uma decoração de época”, conta Ana Borelli, arquiteta que projetou a obra.

Após a ideia surgir, Ana iniciou uma grande pesquisa, incluindo arquivos da prefeitura do Rio e do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH) buscando referências de como era o comércio naqueles tempos para deixar projeto mais completo. Ela achou a planta original e uma foto que mostrava detalhes do antigo piso.

“Nestas pesquisas, encontramos também as bases para as ideias da montagem do mobiliário. Mas, além de criar o ambiente retrô, também modernizamos a forma de trabalho, com computadores embutidos, por exemplo”, frisa Ana.

Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis – a empresa que resolve contribui para a valorização da cultura carioca

A pesquisa foi aprovada em fevereiro de 2018 e os trabalhos foram até agosto. Com o piso original e o mobiliário prontos e definidos, as reformas finais começaram em janeiro deste ano e a loja logo reabriu, no dia 25 de fevereiro deste ano.

“Assim como a Pacheco tem sido eleita a marca dos cariocas, o Rio também é um de nossos maiores valores. Não à toa mantivemos o ritmo forte de expansão, como também decidimos homenagear a cidade e os cariocas com essa loja histórica. Queremos reforçar o compromisso com funcionários e clientes de que a Pacheco estará levando saúde e bem-estar a todos. Que esta loja seja o nosso presente para essa cidade e aos cariocas, e que também seja mais uma atração turística junto a todas as belezas que o Rio possui ”, destaca Felipe Zogbi, Diretor de Operações do Grupo DPSP.

A iluminação, as gôndolas de remédios, as ilustrações nas paredes, as cores, a disposição dos produtos, a decoração – inclusive os armários e uma balança de época – tudo remete às antigas farmácias. É, de fato, uma viagem no tempo. Sem pílula mágica.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here