A exposição ‘Olhar germânico na gênese do Brasil’ entra em cartaz no Museu Imperial de Petrópolis, no dia 21

Serão 200 obras - a maioria nunca expostas- de artistas alemães e austríacos que estiveram no Brasil no século XIX

Museu Imperial, em Petrópolis
Museu Imperial, em Petrópolis - Foto: Uwe Bergwitz/Shutterstock.com

O Museu Imperial de Petrópolis receberá, a partir do dia 21, a exposição “Olhar germânico na gênese do Brasil”. A exposição, que é patrocinada pela petroquímica Unipar, reúne o maior conjunto de pinturas, gravuras e desenhos de artistas estrangeiros que estiveram no Brasil. O acervo ao qual o público terá acesso é composto por peças do próprio Museu e da Coleção Geyer.

A exposição Olhar germânico na gênese do Brasil ficará em cartaz de 21/05 a 07/08 e permitirá aos visitantes conhecer 200 obras – a maioria nunca expostas –  de artistas alemães e austríacos que estiveram no Brasil, entre 1817, quando a princesa Leopoldina chegou ao Brasil, e 1880.

A head de Comunicação da Unipar, Suzana Santos, afirmou que exposição permitirá aos visitantes um passeio pela história do Brasil, através dos olhares de viajantes austríacos e germânicos. Além de contar a história da Unipar e dos seus fundadores, que sempre apoiaram e preservaram o patrimônio histórico e cultural brasileiro.

“É uma visita ao passado e uma oportunidade de conhecer de perto a contribuição dos fundadores da Unipar para o patrimônio histórico e cultural do país”, disse Suzana Santos.

Unipar é historicamente atuante na valorização do patrimônio histórico, artístico, cultural e memorial do Brasil. O acervo da Casa Geyer, por exemplo, foi constituído ao longo das décadas pelos fundadores da empresa, e depois doado ao Museu Imperial.

Somente em 2022, a Unipar investiu mais de R? 11 milhões, através de recursos próprios ou leis de incentivo, em projetos com foco em cultura, educação, esporte e ações sociais que serão realizadas entre 2022 e 2023.

 “Promover o desenvolvimento humano é um dos objetivos de sustentabilidade da companhia, permeando a evolução de todo o ecossistema, com impacto especialmente nas comunidades do entorno de nossas fábricas,” complementou a head de Comunicação da Unipar.

Os ingressos para visita ao Palácio custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). Estudantes, professores e maiores de 60 anos pagarão meia entrada com a apresentação dos documentos necessários. O Museu só aceita pagamento em dinheiro.

O Museu Imperial de Petrópolis fica na Rua da Imperatriz, 220, no Centro da cidade. Informações pelo Telefone: 24 2233-0300 ou pelo e-mail: mimp.faleconosco@museus.gov.br

Horário de Funcionamento:

Terça a domingo

Palácio: 10h às 18h

Jardins: 7h às 18h

Pavilhão das Viaturas: 10h às 18h

Loja/Cafeteria: 10h às 18h

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui