A partir do 31 de outubro, SuperVia implementará mudanças na operação dos trens no Rio

Todos os ramais do RJ irão passar por alterações nos horários e intervalos. O novo planejamento busca melhorar o atendimento aos clientes e foi baseado em estudos de demanda para aumentar a oferta de viagens

Trens da SuperVia - Foto: Reprodução/Internet

A SuperVia, a partir do dia 31 de outubro, vai implementar uma grade de horários e intervalos atualizados para todos os ramais do Rio de Janeiro. O novo planejamento busca melhorar o atendimento aos clientes nos horários em que eles mais precisam do modo ferroviário. As mudanças são baseadas em estudos de demanda para ajuste dos horários e para aumentar a oferta de viagens.

O ramal Belford Roxo ganhará uma nova viagem expressa no pico vespertino, da Central do Brasil para Belford Roxo, às 17h45, em dias úteis. Este trem realizará parada nas estações São Cristóvão, Maracanã, Triagem, Pilares, Mercadão de Madureira, Pavuna/São João de Meriti, Agostinho Porto, Coelho da Rocha e Belford Roxo, ou seja, nove estações a menos do que os trens paradores. O ramal já conta com uma viagem expressa no pico matutino, de Belford Roxo para a Central do Brasil, às 6h20.

O ramal Deodoro contará com mais uma viagem no pico matutino partindo da estação Deodoro para Central do Brasil, totalizando 5 viagens paradoras nos dias úteis. As viagens partindo desta estação são realizadas entre 5h10 e 7h05.

O ramal Santa Cruz terá ajustes para as atuais viagens expressas, que serão realizadas agora entre 3h50 e 6h10, partindo de Santa Cruz para Central do Brasil e, entre 16h45 e 19h05, da Central do Brasil para Santa Cruz. Além disso, também haverá ajustes nos horários das partidas especiais de Campo Grande para Central do Brasil, que serão realizadas entre 5h20 e 7h40. Já as duas partidas de Central do Brasil para Campo Grande serão oferecidas entre 18h40 e 19h.

No ramal Japeri, as primeiras viagens especiais de Nova Iguaçu e Queimados para Central do Brasil começarão mais cedo e passarão a ser realizadas entre 5h25 e 7h25.

O ramal Saracuruna terá ajustes pontuais nos horários de partidas para adequação e atendimento aos passageiros.

A execução da grade pode sofrer influência de intercorrências na operação, como furtos de cabos e vandalismos contra equipamentos de infraestrutura, ações que, infelizmente, têm afetado diariamente a circulação e a qualidade do serviço oferecido aos passageiros.

Os clientes estão sendo avisados das alterações por meio dos canais de comunicação da SuperVia.

Advertisement

18 COMENTÁRIOS

  1. porque eles não colocam trem expresso da central do Brasil para Santa Cruz pela parte da manhã eles tiraram o trem expresso pra Deodoro o que tinha de manhã

  2. Trem expresso deveria ser o dia todo, principalmente nos horários de pico (4h – 8h e 16h – 20h).

    Mas trem expresso de verdade seria:
    – Sta.Cruz, Paciência, Campo Grande, Bangu, Vila Militar, Deodoro, Madureira, Eng.Dentro, Maracanã, São Cristóvão, Central.

    – Japeri, Queimados, Nova Iguaçu, Mesquita, Nilópolis, Deodoro, Madureira, Eng.Dentro, Maracanã, São Cristóvão, Central.

    – Belford Roxo, S.J.Meriti, Mercadão, Triagem, Maracanã, S.Cristóvão, Central.

    – Saracuruna, Gramacho, Caxias, Penha, Bonsucesso, Triagem, Maracanã, São Cristóvão e Central.

    1 trem expresso a cada meia hora nos horários de pico, e nos demais horários 1 trem expresso por hora. Seguindo esse modelo, pode dar muito certo. O povo tem pressa!

  3. Sinceramente 2,5 horas de Santa Cruz até a Central do Brasil é surreal, humilhante, deveriam colocar trens expressos até 08h00 e depois com intervalos de 01 hora até 11h00. Na parte da tarde mais 2 ou 3 horários expressos no sentido Central. No sentido inverso, parte da manhã até 08h00 horas. E depois das 16 às 19h00 expressos a cada 30 minutos. Os usuários agradeceriam. O usuário tem que brigar pela sua dignidade.

  4. Os serviços oferecidos por esta empresa é uma vergonha.
    A passividade dos usuários que utilizam o ramal Santa Cruz, é imensa.
    O trem expresso tem que voltar a ser expresso em todos horários.
    Levar duas horas e meia pra chegar na central do Brasil, é surreal.

  5. As pessoas reclamam do serviço oferecido mas a verdade é que a grande maioria se vendem por 1 real, comprando passagem nas mãos de cambistas que não tem gastos com a manutenção dos trens e da malha ferroviária, ganham dinheiro roubando na maior cara de pau e a culpa é de quem compra, pois não percebem que só estão prejudicando o serviço que utilizam e depois querem reclamar, quando os trens param ainda tem a cara de pau de exigir o dinheiro que não pagou para a supervia, cada um paga pelo serviço que merece se tá ruim a culpa é de quem alimenta esses parasitas, as pessoas precisam se conscientizar que pra exigir tem que dar, direitos e deveres, não faça com os outros o que não querem que façam com vocês ?

  6. Não adianta também o povo só reclamar e comprar passagem a R$4,00 de máfia vendendo, pois foi o que vi ontem em São Cristóvão e hoje em Madureira. Reclamar é um direito, não alimentar a corrupção é dever.

    • Concordo com o fato de que não se deve alimentar o submundo, então repreenda e puna o ato. O usuário paga R$4.00 ao cambista. Porém a Supervia recebe o valor integral da passagem. Além disso quem paga ao cambista é uma minoria transitória que não tem cartão. A maioria usa cartão. O problema é a gestão da Supervia.

  7. É uma vergonha este transporte, é um absurdo este horário do Santa Cruz de manhã, tem que ir até às 7h, pq está levando 2h e meia para chegar na central.

  8. Mudança real e se tiraste o trem para nova Iguaçú no horário de pico que não adianta nada só provoca muita aglomeração na mesma estação tem que ser todos sentido japeri com intervalo reduzido.

  9. Ridículo, enquanto não for gerado um abaixo assinado para trocar o contrato por falta de capacidade para administração, vamos continuar com essas desculpas.
    Usemos de exemplo a linha do metrô, como eles conseguem operar com sucesso e a Supervia não?
    Acredito que eles fazem isso pq não existe uma rigidez maior por parte dos fiscais de contrato.
    Ainda enchem de propaganda para dificultar as mensagens.

  10. Falou bem Rio de Janeiro campeão em corrupção . Bem com propagandas falsas que prometem de tudo neste site. Já viu todo mundo fica rico rápido.

  11. Pelo valor que se paga pela passagem o trem deveria circular com a mesma organização do metrô.O que falta é investir o dinheiro do povo no povo.

  12. Gente, é surreal a super lotação na hora de pico, chega ser humilhante, cada dia que passa piora, para estar ás 07h no meu trabalho, saio 04: 30 da manhã, morrendo de medo. E pra pegar o primeiro trem q vem de Japeri que já vem do jeito que não dá pra entrar, além de ir devagar, vc chega no trabalho já cansado, desistimulado, os vagões femininos lotados de homem, não tem fiscalização, os trens estão uma pouca vergonha com o trabalhador. Tanto a ida qto a volta na Central é um castigo. Precisam fazer melhorias urgentemente, coloquem mais trens. Um respeito com o consumidor.

  13. Meus caros isso é cosmética, perfumaria! O Sistema Ferroviário Metropolitano Fluminense é muito ruim, péssimo, e jogar perfumes sobre nós não resolverá nosso dilema de mobilidade. O RJ é campeão nacional de maquiagens políticas e empresariais, o que resultou neste caos que a maioria dos cariocas e fluminenses sobrevivem.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui